(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Expulso do PSDB, Chadid expõe sua fidelidade a Bernal

Defesa

17 OUT 2013
Juliene Katayama
14h03min
Foto: Geovanni Gomes

O secretário de Educação, José Chadid, se mostrou fiel escudeiro do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Eele reforçou o discurso do Chefe do Executivo que a abertura da Comissão Processante foi um golpe político, durante o lançamento da Central Permanente de Matrícula, nesta manhã.


Chadid foi expulso do PSDB ao escolher continuar na administração municipal. O partido apoiou o prefeito no segundo turno da eleição do ano passado, mas se desvinculou depois de ser ignorado por Bernal. Além de não ter espaço na administração, o prefeito ignorou o programa de governo tucano que havia sido agregado na campanha eleitoral.


"Foi a última tentativa de golpe", disse Chadid em seu discurso para diretores dos Centros de Educação Infantil (Ceinf) sobre a abertura da Comissão Processante que poderá cassar o mandato de Bernal. O secretário que representou o prefeito ainda fez apelo aos adversários políticos. "Nos deixem trabalhar em paz", ressaltou.

Outro caso - Assim como Chadid foi expulso do partido, a diretora-presidente da Fundação Municipal de Esporte, Leila Cardoso Machado, também corre o risco de ser expulsa do PSDB. O partido vai julgar o caso na próxima segunda-feira (21). 

O presidente municipal do PSDB, Carlos Alberto Assis, disse que conversou com Leila e lhe ofereceu duas opções: a desfiliação ou a saída da administração de Bernal. No entanto, a diretora-presidente da Funesp descartou se desfiliar.

Veja também