(67) 99826-0686
Doacao orgaos - outubro

Obras na Câmara Municipal atrasam e reforma não será entregue em outubro

Presidente da Casa de Leis reclamou da morosidade da obra e notificou a empresa responsável

9 AGO 2018
Rodson Willyams
13h42min
Foto: Wesley Ortiz

O presidente da Câmara Municipal, João Rocha (PSDB), revelou, nesta quinta-feira (9), que a sede do legislativo municipal não deve ficar pronta até outubro, como era previsto no cronograma. "Não gostei muito do andamento das obras nestes últimos 30 dias, foi muita morosidade", disse. 

Insatisfeito, Rocha acionou os responsáveis para cobrar mais agilidade no andamento. "Já pedi providência e esperamos que a empresa cumpra o cronograma. Nós fizemos a nossa parte. É claro que já houve algumas intervenções e imprevistos como em qualquer reforma, mas é preciso agilidade". 

A previsão é de que a obra seria concluída em outubro, mas agora o prazo está incerto. "Não será concluída até outubro, mas o importante é que fique pronto. E creio que até o final do ano será entregue", finaliza. 

Obras

A obra de reformas e adequações está estimada em R$ 3.157.739,74. Com vigência de sete meses, o contrato teve início em 22 de dezembro de 2017.

Conforme publicado no Diário Oficial, a vencedora da licitação foi a empresa Age Comercial Ltda-EPP. É ela que vai promover a execução da obra, fornecimento de mão de obra, ferramentas e de equipamentos, de acordo com o exigido no edital.

O prédio, que fica no Jatiuka Park, tem 6.461.30,00 metros quadrados de área total, sendo 4.477,36 metros quadrados de área construída.
A supervisão técnica da obra está a cargo da empresa Neo Engenharia e Consultoria LTDA, ao preço de R$ 143.500, contrato que também tem sete meses de vigência.

Aluguel

Enquanto isso, a Câmara Municipal aluga o prédio que fica ao lado da Casa de Leis, onde funcionava uma agência do Banco do Brasil, por R$ 7,1 mil por mês. A unidade vai abrigar o setor administrativo da instituição.

Veja também