(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Líder do prefeito quer testar comportamento ético da Câmara

4ª CPI

20 NOV 2013
Juliene Katayama
15h00min
Foto: Izaias Medeiros/Câmara

O vereador Alex do PT, líder do prefeito Alcides Bernal (PP), afirmou que vai entrar com pedido para abrir uma CPI (Comissão Parlamentar de Investigação) com objetivo de investigar se as denúncias da Comissão Processante contra o progressita não valeriam para o ex-prefeito da Capital, Nelson Trad Filho (PMDB).

A intenção do petista não é apenas conseguir aprovação dos vereadores, mas de testar o comportamento ético do Legislativo. "É de menos conseguir a aprovação do meu pedido, o importante é mostrar o comportamento ético da Câmara", afirmou Alex. 

Segundo ele, as evidências de que os atos de Bernal investigados pela Processante são os mesmos cometidos por Nelson Trad. "Anulação de contrato (da Solurb). Por que foi anulado? Será que não foi motivada por atos ilícitos?", questinou o vereador. 

Alex do PT disse que na tarde de hoje vai ao fórum buscar o processo em que foi determinado o cancelamento do processo licitatório da Solurb. A empresa é responsável pela coleta de lixo na Capital. Depois de analisar as razões da suspensão da escolha, ele vai entrar com pedido. "A mesma decisão que cabe ao Bernal, vale para o outro (Nelson Trad Filho)", pontuou o líder do prefeito. 


O vereador ainda ressaltou a suposta reunião do vice-prefeito, Gilmar Olarte (PP), com integrantes da Comissão Processante. "Tem que apurar o vice se reunindo com integrantes da comissão", argumentou. Caso Bernal seja cassado, o cargo é assumido por Olarte.


A Comissão Processante investiga os atos do prefeito em contratos emergenciais firmados com a Salute - distribuidora de alimentos nos Centros de Educação Infantil (Ceinfs) -, Mega Serv - responsável pela limpeza nos postos de saúde - e Já Gás - que distribuiu botijões de gás depois de ter perdido no processo licitatório.

Veja também