conadhe
tjms
(67) 99826-0686

Ministro desmente discurso de Luiza Ribeiro: ela foi demitida e não 'pediu pra sair'

Luiza disse que pediria demissão, mas foi mandada embora pelo ministro Roberto Freire

6 JAN 2017
Dany Nascimento
08h50min
Foto: Deivid Correia
politica-interna1
Victor Hugo - 28 anos

Ao contrário do que havia afirmado ao TopMìdiaNews, a ex-vereadora que ocupava o cargo de secretária da Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, desde o dia 26 de dezembro do ano passado, foi demitida.

Conforme o site O Globo, o ministro Roberto Freire que nomeou a ex-parlamentar para o cargo, foi responsável por sua demissão e destacou que não tinha motivos para manter Luiza no cargo. O ministro foi questionado sobre a atitude de Luiza Ribeiro, que utilizou as redes sociais para postar "Fora Temer", alegando que o ministério é corrupto.

"Não tinha porque ela ficar. Não sabia disso. Não sigo ela no Facebook", disse Freire.


Luiza disse ao TopMídiaNews que havia conversado com Freire, pedindo demissão do cargo para se dedicar ao trabalho de advogada, mas o ministro demonstrou que tomou a atitude de demitir a mesma. A ex-secretária disse que não teria tempo para exercer dois cargos, já que como secretária, teria que se dedicar integralmente a pasta. 

''Falei com o ministro [Roberto Freire] hoje pela manhã e preferi dispensar. Não vou ficar empatando as atividades do ministério por conta dos meus compromissos'', disse Ribeiro.

A ex-vereadora alega ainda, que o cargo exige dedicação exclusiva e como é uma secretaria nacional, teria de viajar bastante, o que seria incompatível com suas atividades. Luiza descartou qualquer atuação política no momento e posiciona contra o PPS integrar o atual governo.

 

politica-interna2
nando viana

Veja também