Sicredi
ASSBMS
(67) 99826-0686

Marun espera que reforma previdenciária seja aprovada até junho no Congresso

A Comissão montada na Câmara Federal deve encaminhar projeto para plenário até abril

11 FEV 2017
Rodson Willyams com Agência Brasil
18h05min
Foto: Geovanni Gomes / Arquivo

O deputado federal Carlos Marun, do PMDB, indicado pelo partido para presidir a comissão da reforma da Previdência Social, espera que até junho, seja aprovada no Congresso Nacional a proposta de reforma previdenciária solicitada pelo presidente da República, Michel Temer. O político esteve reunido nesta quarta-feira (8), com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para discutir o cronograma da proposta.

Conforme o deputado sul-mato-grossense, a comissão deve aprovar o relatório até o  final de março e início de abril, para só depois, ir ao plenário da Câmara Federal.  E se tudo der certo, o projeto segue para o Senado federal. Marun acredita que até junho pode ter o texto aprovado no Senado, mas a expectativa é que a pauta sobre a reforma entre por lá, somente no segundo semestre deste ano. 

Em entrevista à imprensa, o deputado declarou que cabe a ele fazer a condução do projeto e não decidir o mérito. "Vamos fazer uma condução serena, mas num ritmo constante para que, sem atropelo, possamos ouvir os seguimento da sociedade e construir a nossa convicção". 

Marun evitou comentar se o Congresso Nacional pode vir eventualmente, alterar a proposta encaminhada pelo presidente Michel Temer. A proposta inicial é que a idade mínima para se aposentar seja de 65 anos e 49 anos de contribuição para receber 100% do benefício. 

“Pelo que tenho conversado com parlamentares, existe uma consciência em relação à necessidade da reforma. A proposta é boa, [mas] deve receber alguns aprimoramentos. Não cabe a mim dizer quais são. Isso vai depender das discussões, mas tenho certeza de que o texto é um bom ponto de partida”, finaliza.
 

 

Veja também