FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
Word Wine - almoco japones

PDT oficializa pedido de expulsão e Takimoto passará pela Comissão de Ética

Deputado votou favorável pela reforma da previdência

1 DEZ 2017
Airton Raes
14h38min
Foto: Victor Chileno

O vice-presidente estadual do PDT, deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), afirmou que a expulsão do deputado estadual George Takimoto (PDT) será avaliada pela comissão de ética do partido. O pedido de expulsão do deputado foi oficializado nesta sexta-feira, 01 de dezembro, após o parlamentar contrariar determinação do partido e votar favorável a reforma da previdência em Mato Grosso do Sul.

O presidente do PDT Sindical, Estevão Rocha, protocolou durante a posse da nova executiva estadual do partido o pedido de expulsão de Takimoto por ter contrariado ordem do então presidente da sigla Dagoberto Nogueira. “O PDT reúne quatro centrais sindicais. Somos contra a reforma da terceirização, trabalhista e da previdência. Isso é uma determinação nacional. Ele recebeu a determinação do presidente do partido para votar contra, como que ele desrespeita? Por isso estamos pedido a expulsão”, disse.

Dagoberto Nogueira destacou que a executiva do partido não decide sobre a expulsão ou não de integrantes da sigla, mas que o requerimento srá encaminhado para a Comissão de Ética que irá julgar o caso. “Existe o clamor dos filiados em relação a expulsão de Takimoto devido a votação da reforma.

Takimoto faz parte da base de sustentação do governador na Assembleia Legislativa desde o início da gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB), mas foi orientado a votar contra a proposta.

Antes da votação, a diretoria executiva estadual do PDT se reuniu e aprovou orientação para que George Takimoto votasse contra a reforma da previdência na Assembleia Legislativa, uma vez que o partido também está contrário a reforma da previdência nacional que tramita no Congresso Nacional.

Veja também