erro medico
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686

'Precisamos de luz': Fábio Trad cobra de Marquinhos solução para luminárias de LED na Capital

Ex-deputado usou o Facebook para mandar recado ao irmão prefeito

14 JUN 2017
Thiago de Souza
17h00min
Fábio sugere ao irmão força-tarefa para resolver impasse Foto: Wesley Ortiz

'Alô Marquinhos!''. Foi com essas palavras que o advogado e ex-presidente da OAB/MS, Fábio Trad, começou um post no Facebook direcionado ao irmão, o prefeito de Campo Grande  Marquinhos Trad (PSD). No texto, ele sugere que seja montada uma força-tarefa pela atual administração para 'desatar os nós' da implantação das luminárias de LED, que atualmente está na Justiça.

O advogado disse que viu a repercussão do caso das lâmpadas na imprensa, na qual o Ministério Público Estadual pede à Justiça a anulação da compra de cerca de 20 mil luminárias com tecnologia melhor que as tradicionais. Além disso, a 30ª Promotoria de Justiça pediu a restituição de R$ 20,5 milhões aos cofres públicos municipais e em contrapartida a devolução de 16 mil peças que hoje estão guardadas em depósito.

A compra das tais lâmpadas foi feita em 2016, na gestão Alcides Bernal (PP) por meio de 'carona' em um pregão presencial, promovido pela Associação dos Municípios da Bacia do São Francisco. A aquisição foi considerada ilegal à época pelo Tribunal de Contas do Estado, pois, neste caso, só poderia ter sido feita  em casos de contratações frequentes.

(Lâmpadas de LED foram instaladas em pontos de Campo Grande - Foto: TopMidiaNews)

Algumas luminárias com a nova tecnologia foram instaladas em pontos de Campo Grande, entre eles na Rua Bom Pastor, no Aero Rancho e na Avenida Eduardo Elias Zahran, mas logo foram suspensas pelo TCE em setembro do ano passado. A prefeitura de Campo Grande, no começo deste ano, recorreu da decisão da Corte para instalar as lâmpadas, mas até agora o caso não foi analisado.  

''Isso não pode cair na teia da burocracia judicial. Se esperarmos a decisão da Justiça, para colocar as lâmpadas de LED na cidade, nem os tataranetos dos nossos bisnetos vão ver'', publicou o ex-deputado federal. 

A sugestão do irmão do prefeito é que a força-tarefa, composta, principalmente, pela procuradoria de Justiça do Município, faça a defesa da cidade de eventuais ilegalidades cometidas na gestão anterior. ''Campo Grande não pode ficar no escuro ou mal iluminada por conta da incompetência de quem quer que seja'', completou o advogado. 

Fábio Trad observa que o post não é uma crítica, mas é fruto de uma relação construtiva que tem com o irmão e tem o objetivo de dar uma força interna na administração. Trad completou dizendo que Campo Grande precisa de 'luz em todos os sentidos' e pede  que o assunto seja prioridade na cidade.

 

Veja também