festival de reggae
erro medico
(67) 99826-0686

PSC aposta em Bolsonaro como 'o queridinho de MS' nas eleições para presidente

Deputado federal já anunciou que entra na disputa e deve visitar o Estado mais de duas vezes em busca de votos

11 JUL 2017
Dany Nascimento
10h41min
Foto: André de Abreu

Prestes a desembarcar em Mato Grosso do Sul, o polêmico deputado federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ), que já percorre o país angariando votos como pré-candidato a presidente da República, deve se tornar o queridinho no Estado. Pelo menos essa é a aposta do Partido Social Cristão de Mato Grosso do Sul, que acredita que o parlamentar deve iniciar 2018 como o preferido dos eleitores do Estado.

Para o deputado estadual, Coronel David (PSC), Bolsonaro deve liderar a preferência dos sul-mato-grossenses, pelos laços que possui com o Estado. “Ele com certeza já deve começar o ano de 2018 sendo o preferido aqui no Estado. Ele tem muito afeto por Mato Grosso do Sul, tem história aqui. Ele morou por quatro anos em Nioaque, serviu naquela cidade, um dos filhos dele nasceu lá. Ele sempre destaca que tem uma relação sentimental muito forte com o Estado e eu tenho certeza que é recíproco”.

David acredita que as visitas que o pré-candidato pretende fazer ao Estado devem aumentar ainda mais o número de apoiadores, mesmo que ele seja considerado áspero diante de alguns questionamentos. “Ele chega amanhã em Campo Grande e já segue para Nioaque. A agenda foi antecipada porque ele tem compromissos em Brasília. Tivemos que alterar a agenda dele, era prevista uma visita em Três Lagoas, que não será possível, mas ele já está verificando a possibilidade de voltar ao Estado”.

Conforme o deputado estadual, Bolsonaro desembarca às 20h30 em Campo Grande, participa de um ato na praça municipal de Sidrolândia e segue para Nioaque. “Ele para em Sidrolândia e depois segue para Nioaque. Na quinta-feira ele cumpre uma agenda intensa no município. Estaremos na solenidade da retirada de Laguna, com a presença do governador Reinaldo Azambuja, depois vamos almoçar e, à tarde, vamos participar de um futebol do time dos veteranos da época em que serviram com o deputado contra um time da prefeitura. Eu faço parte do time dos veteranos”.

Questionado sobre Jair não cumprir agenda em Campo Grande, David reforça que está negociando uma nova data para o retorno do deputado federal, que deve expor suas propostas para administrar o país. “Eu já estou conversando com ele para agendar uma nova data para que ele fale das propostas que tem para comandar o país. Vamos agendar também uma nova data para que ele esteja em Três Lagoas, estamos só começando”.

Sobre ser um dos primeiros partidos a definir nome para disputar as eleições de 2018, David destaca que Bolsonaro já havia demonstrando total intenção de entrar na disputa e o partido confia na força de sua pré-candidatura.  

Veja também