zé ramalho
RACIONAIS
(67) 99826-0686

Rejeitado nas urnas, Chocolate faz campanha online para conseguir oportunidade de emprego

Ex-parlamentar trabalha novamente como e palhaço tentou pedir uma chance a Geraldo Luis

8 AGO 2017
Liziane Berrocal
09h00min

O ex-vereador Waldeci Chocolate encontrou o apresentador da rede Record Geraldo Luis, do Balanço Geral, e aproveitou o momento para pedir uma “oportunidade” a ele. Sem saber de quem se tratava, o famoso apresentador postou uma foto com Chocolate e um DVD entregue pelo palhaço. Nas duas fotos, os comentários não foram nada amistosos.

Em uma das fotos, Chocolate segura um cartaz feito em cartolina onde pede para que o apresentador realize o sonho dele. Na outra, ele com o palhaço incentiva o mesmo a continuar a luta.

“Falei a ele...nunca desista! Muitas vezes demora mas a força e o talento vencem. Quem procura acha...uma hora a bola entra”, escreveu na legenda da foto. Foi aí que a galera de Campo Grande descobriu a postagem e tratou de “alertar” Geraldo Luís sobre quem seria a figura.

Os internautas não perdoaram e teceram diversos elogios. “Não suje sua imagem Geraldãa! Se VC souber o que esse cara fez para campo grande quando se elegeu gerador, VC não tiraria foto com ele”, escreveu o seguidor henriqueh01.

A mesma linha foi seguida por vários seguidores do apresentador. “Para evitar de queimar sua imagem, sugiro que apague essa foto. Esse sujeito usou da boa fé do cidadão campo-grandense e agora está dando "tiro" em outro Estado”, criticou Elis Gonçalves.

Savinho Torres não perdoou e soltou um “Esse aí cansou de foder Campo Grande e foi pra Sampa? Corre dele, vereador sem vergonha!!”.

Os comentários em sua maioria foram colocados em tons de crítica e muitos xingamentos contra o ex-vereador.

Trabalhando como palhaço no programa do deputado estadual Maurício Picarelli, Chocolate ficou conhecido do grande público. Convidado a entrar na política ele foi eleito em 2012 pelo coeficiente eleitoral, ou seja, voto de legenda. Ele era do partido do então prefeito Alcides Bernal (PP).

O caso virou notícia, já que ele conquistou a vaga e sua ex-patroa Magali Picarelli ficou apenas na suplência. Após assumir uma cadeira na Câmara Municipal ele e Bernal brigaram. A partir daí, sucessivos episódios envolvendo o ex-vereador colocaram seu nome na mídia, porém de forma negativa. Desde uma cirurgia de hemorroidas, até seu choro compulsivo em uma manifestação na Câmara Municipal.

Chocolate também foi um dos acusados na operação Coffee Break, que investigava a suspeita de compra de votos para cassar o mandato de Alcides Bernal. 

Veja também