(67) 99826-0686

Rose e Marquinhos anunciam R$ 50 milhões para recapeamento na Capital

Ex-adversários durante as eleições selaram as pazes com investimentos para o município

10 JAN 2017
Rodson Willyams e Airton Raes
12h45min
Foto: Airton Raes

No primeiro encontro após a eleição, a governadora em exercício Rose Modesto, do PSDB, e o prefeito eleito de Campo Grande, Marquinhos Trad, do PSD, anunciaram, na manhã desta terça-feira (10), parcerias para a recuperação da Capital. Entre as novidades, está o repasse de R$ 50 milhões em convênios para a recuperação da malha viária e serviço de tapa-buraco em Campo Grande.

O investimento aplicado em Campo Grande será feito de forma igualitária entre prefeitura e o Governo do Estado. Dos R$ 50 milhões de investimentos, R$ 25 milhões serão repassados pelo Governo do Estado, com recursos oriundos do Fundersul, e os outros R$ 25 milhões serão investidos pelo município. 

Inicialmente, segundo o anúncio, R$ 20 milhões estão previstos para serem aplicados no serviço de tapa-buraco em Campo Grande. O convênio vai ser assinado no próximo dia 19 de janeiro. R$ 10 milhões serão repassados de forma imediata pelo Governo do Estado à prefeitura, de forma integral, e o Executivo deverá investir o mesmo valor como contrapartida.

No entanto, o prefeito explicou que aguarda o fechamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para saber quanto terá de saldo em caixa, mas informou que o recurso do imposto já está comprometido com a folha de pagamento dos servidores municipais. Diante disto, ficou acordado, que o município poderá parcelar os R$ 10 milhões em quatro vezes. 

Além disso, os R$ 30 milhões restantes serão investidos para obras de recapeamento de vias em Campo Grande. No entanto, não foi informado sobre quais vias serão recapeadas. Porém, o prefeito afirmou que para o início das obras, será necessário abrir processo licitatório, até que sejam totalmente recuperadas. 

Fundersul - O secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, informou que há uma lei estadual que permite o uso de 75% dos recursos do Fundersul para a manutenção de vias urbanas. Os outros 25%, devem ser investido pelo município como contrapartida. 

Durante o evento, Rose Modesto revelou que o Governo do Estado já havia assinado convênio com 19 municípios. Porém, em relação a Campo Grande, a administração anterior, comandada pelo ex-prefeito Alcides Bernal, do PP, não 'colaborou' por dois anos, para que os recursos fossem aplicados. 

Por fim, deixando a rivalidade de lado das eleições de 2016, Rose garantiu ao prefeito Marquinhos Trad, que esta será a 'primeira de muitas parcerias' feita com o Governo do Estado. 

Veja também