TJMS
re9
(67) 99826-0686

Moradores de pior área de alagamento de Campo Grande pedem ajuda de candidata

Reunião com Rose Modesto foi reivindicada por grupo de moradores da região

14 OUT 2016
Kerolyn Araújo
11h15min
Foto: Kerolyn Araújo

Candidata à prefeita de Campo Grande, Rose Modesto (PSDB), reuniu-se na manhã desta sexta-feira (14) com moradores do bairro Marcos Roberto, em Campo Grande. A reunião foi reivindicada por um grupo para discutir sobre os alagamentos que ocorrem no local nos períodos chuvosos, principalmente no trecho da Avenida Ernesto Geisel com rua Ouro Negro.

Morador do bairro desde o ano de 1998, o tapeceiro Ubaldino Simões de Lima, 57 anos, encara alagamentos na Avenida Ernesto Geisel desde 2004. Em uma das enchentes, a água chegou a subir mais de um metro e móveis foram perdidos.

"Já cheguei a ter que pagar pelos sofás dos clientes que estragaram com a água. Tive que fechar uma das peças do estabelecimento porque as paredes começaram a rachar. Não posso gastar dinheiro com reforma, porque na primeira chuva forte alaga tudo de novo", contou. Ainda de acordo com o tapeceiro, o ex-prefeito Nelsinho Trad e o ex-secretário de obras, Edson Giroto, já visitaram o local, prometeram resolver o problema, mas nenhuma promessa foi cumprida. 

Durante a reunião com o grupo, Rose afirmou que a obra no rio Anhanduí será uma das prioridades caso seja eleita. "Estamos em uma região central onde existem muitos comércios. A população vem sofrendo com a situação", disse.

Conforme a candidata, já existe um projeto para acabar com os alagamentos que ocorrem na região. "Existe uma verba de R$ 40 milhões que já foi disponibilizada para fazer a obra no córrego. Nossa proposta é unir forças e fazer parcerias para priorizar essa reparação. Acredito que se a obra começar no meu primeiro ano de mandato, deverá ser entregue em um prazo de dois ou três anos. Depois de pronta, conseguiremos economizar R$ 23 milhões anualmente.", ressaltou.

Além dos alagamentos, moradores do bairro também discutiram segurança pública com a candidata, que ressaltou que a maneira de reduzir os índices de criminalidade é tirando os jovens das ruas, investindo em uma segurança preventiva.

 

Veja também