Corrida Cassems
studio center
(67) 99826-0686

Siufi se encontra com Marquinhos e está mais próximo da Assembleia

Peemedebista deve deixar a Câmara Municipal e seguir para a Assembleia Legislativa

11 JAN 2017
Rodson Willyams
19h00min
Foto: Geovanni Gomes / Arquivo
politica-interna1
semana do transito

O vereador Paulo Siufi, do PMDB, afirmou ao TopMidiaNews que na próxima semana deve apresentar uma definição sobre a sua permanência, ou não, na Câmara Municipal de Campo Grande. O parlamentar informou que teve uma reunião, na manhã desta quarta-feira (11), com seu primo, o prefeito Marquinhos Trad, do PSD, referente a sua possível ida para a Assembleia Legislativa.

"Conversei com o Marcos, ele disse que eu posso contribuir com Campo Grande lá da Assembleia Legislativa. Ele me disse que neste momento, a cidade precisa de parcerias, e que lá poderia trazer benefícios para o município", comentou Siufi.

Paulo ainda informou que sempre teve uma boa relação com o seu primo, foram colegas enquanto vereadores na Câmara e que, agora, Marquinhos estaria dando conselho para Siufi sobre a ALMS. "Ele ficou lá, como deputado e estava me falando como é lá na ALMS. Disse que eu poderia ajudar Campo Grande desta forma. Mas a nossa conversa foi propositiva e posso ajudá-lo".

O parlamentar ainda destacou que algumas coisas ainda o deixava em dúvida. "Mas agora, o caso da Omep/Seleta está sendo resolvido, a Câmara vive um momento de harmonia. O prefeito tem ido aos bairros e os vereadores sempre vão junto. Vejo que Campo Grande terá harmonia em quatro anos".

Antes de fechar a questão, Paulo Siufi ainda revelou que deve conversar com o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Junior Mochi, presidente regional do PMDB, e com o governador Reinaldo Azambuja, do PSDB.

"Tentei localizar o Junior hoje, mas não sei se ele está viajando. Mas vou falar com ele, a qualquer hora ou me encontro na segunda-feira (16). Devo falar com o governador Reinaldo Azambuja, mas também já havia conversado com eles. Mas é só isso que falta para definir e concretizar essa definição", finaliza.

Paulo Siufi foi eleito nas eleições municipais de 2016, para o pleito de quatro anos. Caso decida migrar para a ALMS, o vereador abre mão do mandato como vereador e toma posse como deputado e permanece no cargo por dois anos, até novas eleições estaduais. 

Veja também