Corrida Cassems
(67) 99826-0686

Para deputados, aproximação entre Bernal e Puccinelli é 'natural da política'

Apesar de destacarem o diálogo entre os partidos, alguns parlamentares ainda consideram a aliança entre os dois improvável

8 SET 2017
Airton Raes
16h01min

Os deputados estaduais classificaram como natural a reunião política entre o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), e o ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP).

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul e presidente estadual do PMDB, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), afirmou que não conversou com Puccinelli ainda sobre a reunião e tomou conhecimento somente pela imprensa. Mas disse que, na política, não há espaço para rancor. “As lideranças políticas sempre dialogam. Isso é natural. Não quer dizer que alianças serão feitas. Mas todo mundo conversa. Em política existe somente divergências partidárias e ideológicas. Não há espaço para rancor e desavenças pessoais”, destacou.

O líder da bancada do PMDB, deputado estadual Eduardo Rocha, destacou que André Puccinelli é um político nato e, com isso, nunca fecha as portas para ninguém. “André conversa com todo mundo. Na política é assim. Mostra a maturidade política”, disse Eduardo. O deputado estadual Márcio Fernandes (PMDB) também classificou como normal a reunião entre as duas lideranças. “André já foi prefeito. Já foi deputado. Ele recebe lideranças comunitárias. Recebe qualquer um que pede agenda com ele. Esse tipo de reunião é comum”, afirmou.

A deputada estadual Grazielle Machado (PR) também disse que conversas são naturais no mundo da política. “Todo mundo conversa com todo mundo. Mas uma aliança Puccinelli e Bernal? Considero isso bem improvável”, avaliou. O deputado estadual Paulo Corrêa (PR) acredita o momento é que as forças politicas estão se assentando. “Com a reforma política para sair, André deve ter avaliado que o PP é um partido grande nacionalmente. Uma aproximação estadual é bem-vinda”, disse.  

Veja também