(67) 99826-0686
Câmara - Novembro

Prefeitura retoma obras paralisadas na gestão de Bernal e conclui unidades de Saúde e Educação

A administração municipal afirma que pretende entregar outros 13 Ceinfs nos próximos dois anos

10 NOV 2018
Dany Nascimento
18h10min
Foto: Wesley Ortiz

Com quase dois anos de administração como prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) já conseguiu entregar três Ceinfs e três UBSF (Unidades Básicas de Saúde da Família), que durante a gestão do ex-prefeito Alcides Bernal (PP) permaneceram com obras paralisadas.

De acordo com a prefeitura, Trad entregou Ceinfs no bairro Jardim Seminário, Noroeste e Tijuca e pretende entrar outras 13 unidades nos próximos dois anos, beneficiando os bairros Radialista, Zé Pereira, Vespasiano Martins, Nascente do Segredo, Indubrasil, Oliveira, Vila Nasser, Talismã, Seminário, Nelson Trad, Santa Mônica e Vida Nova. “Em média para concluir cada unidade será preciso investimento de R$ 3 milhões, entre recursos do convênio e contrapartida”, afirma a prefeitura.

O prefeito entregou as Unidades Básicas de Saúde da Família do Oliveira,  Sirio Libanês e Vila Cox. A meta é concluir nos próximos dois anos de gestão, os postos de saúde  do Aero Rancho (Granja); Cristo Redentor, Arnaldo Figueiredo, Parati, Jardim das Perdizes, Santa Emilia e Dom Antonio Barbosa.

Além disso, segue em fase de conclusão a Praça de Cultura, Esporte e Lazer do Parque do Sol do Jardim Noroeste. Já foram viabilizados recursos, no total de R$ 6 milhões para terminar a primeira etapa do Centro de Belas Artes.

Conforme a prefeitura, no dia 12 de novembro, será retomada a construção do Centro Olímpico do Parque Ayrton Senna. Em 2019 será concluída a construção do terminal intermodal e as obras de controle de erosão do Gameleira.

Obras de pavimentação e infraestrutura

Foi retomada a implantação do macroanel rodoviário(trecho Cuiabá/Rochedo); obra de controle de enchentes da Cidade Morena; revitalização e controle de enchentes do Anhandui; primeiro trecho do corredor sudoeste do transporte coletivo (Guia Lopes/Brilhante). 

Foram concluídas as obras de pavimentação e drenagem do Complexo Mata do Jacinto; Altos do São Francisco e iniciada (com 80% da obra pronta) o Nova Lima, etapa A.  Foi licitada a pavimentação do Jardim Botafogo. Para 2019, está programada a pavimentação do Residencial Tijuca; Jardim Belinatti; Zé Tavares;  Jardim Anache e  Nova Lima etapa B; recapeamento da Rua Bahia e das  Avenidas Calógeras e Bandeirantes.

Dos R$ 311 milhões  do PAC Pavimentação,  financiamento contratado em 2014, ainda há um saldo remanescente para investir R$ 200 milhões. A Prefeitura já está trabalhando para garantir obras na região do Nova Lima, Belinatti, além do  Santa Luzia(Vila Nasser) e intervenções no Nova Campo Grande, recapeamento e duplicação das duas principais  via de acesso ao bairro (Avenidas 7 e 9 ) além da construção de uma ponte de concreto armado sobre o córrego Imbirussu, ligação do bairro com o polo empresarial Oeste.

Do Projeto de Mobilidade Urbana, estão disponíveis aproximadamente R$ 120 milhões. A atual gestão trabalha nos projetos para recapeamento dos corredores de transporte coletivo (Gury Marques, Gunter Hans, Costa e Silva), construção de dois novos terminais (São Francisco e Tiradentes), reforma do terminal Morenão.

 

 

Veja também