TJMS
re9
(67) 99826-0686

Vereadores votam proposta para adaptar táxis a cadeirantes e mais cinco projetos

Antes das votações, Paulo Roberto Hans utiliza a tribuna para falar da situação do turismo na Capital

1 DEZ 2016
Dany Nascimento
08h12min
Foto: Geovanni Gomes

Seis projetos de lei devem ser votados nesta quinta-feira (1º), na Câmara Municipal de Campo Grande. Antes do início das votações, a sessão conta com a presença do diretor do Convention & Visitors Bureau, Paulo Roberto Hans, que fará uso da Tribuna para discorrer sobre a situação do turismo em Campo Grande, atendendo o convite do vereador Edil Albuquerque (PTB).

Após a participação de Paulo Roberto, os vereadores analisam o projeto de lei n. 8.246/16, de autoria do vereador Roberto Durães, que autoriza o Poder Executivo a implantar cursos de primeiros socorros nas associações e centros comunitários da Capital.

Confira abaixo os projetos que serão analisados em primeira discussão:

- Projeto de Lei n. 8.027/15, de autoria da vereadora Luiza Ribeiro, que denomina área verde situada entre as ruas da Prata, Lino Villachá e Avenida Cândido Garcia de lima, no bairro Nova Lima, Campo Grande-MS.

- Projeto de Lei n. 8.233/16, de autoria do vereador Mario Cesar, que autoriza o Poder Executivo Municipal a alterar o Art. 156 da Lei Complementar n. 190, de 22 de dezembro de 2011, que dispõe sobre o Estatuto do Servidor Público Municipal.

- Projeto de Lei n. 8.265/16, também de autoria do vereador Mario Cesar, que autoriza o Poder Executivo Municipal a instituir o serviço especial de transporte individual de passageiros em veículos de aluguel (táxi) adaptados para o transporte de pessoas com mobilidade reduzida, e dá outras providências.

- Projeto de Lei n. 8.296/16, de autoria do vereador Vanderlei Cabeludo, que declara de utilidade pública municipal o Instituto Social de Ação, Aventuras e Cidadania – ISAAC.

- Projeto de Lei n. 8.386/16, de autoria do vereador Prof. João Rocha, que autoriza o Poder Executivo a assegurar a prevenção, detecção e tratamento dos cânceres do colo uterino e de mama às mulheres com deficiência, no Sistema Único de Saúde – SUS, no âmbito do município de Campo Grande-MS.

Veja também