Sicredi
ASSBMS
(67) 99826-0686

Visando reforma administrativa, deputados disputam presidência da CCJR

Comissão terá papel fundamental na tramitação nos projetos de lei sobre a reforma administrativa do Estado

14 FEV 2017
Airton Raes
19h00min

A presidência da Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia legislativa de Mato Grosso do Sul é alvo de disputa por parte dos parlamentares da base de apoio do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). A comissão terá papel fundamental na tramitação e analise nos projetos de lei sobre a reforma administrativa e da previdência do Estado.

O atual presidente Lídio Lopes (PEN) pleiteia a reeleição. O parlamentar foi indicado junto com o deputado Renato Câmara (PMDB) pelo bloco formado pelo PMDB, PDT e PEN.  

O bloco composto pelo PSDB, PR, DEM, PSC e SD, indicou para a CCJR os deputados Beto pereira (PSDB e Rinaldo Modesto (PSDB). Beto pretende disputar a presidência da comissão.

Quem irá definir a presidência da CCJR será o voto do parlamentar indicado pela bancada do PT, deputado estadual Pedro Kemp (PT).

A CCJR é a comissão mais disputada da Assembleia Legislativa pois por ela passam obrigatoriamente todos os projetos de lei apresentados. Ela analisa a constitucionalidade e legalidade das matérias, tendo o poder de arquivar as propostas, sem precisar passar por votação do plenário. 

Veja também