banner sebrae
pmcg tjms
(67) 99826-0686
cidade natal pmcg

Rua no Santo Antônio bate recorde de problemas e ali pedestre 'não tem vez', dizem moradores

São quatro transtornos que afetam a qualidade de vida na região

1 DEZ 2017
Thiago de Souza
15h47min
Árvore está caída na rua há 20 dias, dizem moradores Foto: Repórter Top

A Rua Doutor Antônio Leite de Campos se tornou um baita problema para os moradores do bairro Santo Antônio, em Campo Grande. Não bastassem os buracos, que é o problema da 'moda', soma-se a falta de calçada com veículos tombados sobre ela e árvore caída na via há 20 dias.

Quem andar poucos metros naquela região vai perceber um situação no mínimo revoltante: calçada estreita e dois carros estacionados sobre ela. Um deles, tombado, que é para caber no espaço.

Conforme as imagens, trata-se de uma oficina mecânica que deixa os veículos para fora. Nesse caso, um cadeirante ou idoso já teriam dificuldade natural de transitar ali por conta da grama, em vez de concreto, e ainda são interrompidos por um obstáculo muito maior.

(Com carro na calçada, pedestre não anda no Santo Antônio - Foto: Repórter Top)

Na altura do número 500, o sofrimento dos moradores vem em forma de árvore caída por conta da chuva. Até ai tudo bem, não fosse os 20 dias de espera para que a prefeitura recolha o arbusto, que inclusive atrapalha o trânsito, fazendo pedestres e carros disputarem um pedacinho de rua.

Há ainda os buracos na Rua Santo Antônio. Aliás, um deles está bem ao lado da árvore caída e encurta mais o espaço para o tráfego de veículos.
Conforme um morador, que se identificou apenas como Antônio, a rua é linha de ônibus e muito movimentada. Com o acúmulo de problemas, ele teme por acidentes, principalmente envolvendo pedestres.

 

(Calçada estreita e ocupada por lixo dificulta a vida de moradores - Foto: Repórter Top)

Repórter Top

Você também pode enviar flagrantes, acidentes, denúncias, fotos, informações que podem virar notícia no nosso site, por meio do aplicativo Repórter Top, mandando via WhatsApp pelo número: 99826-0686.

Veja também