FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
Word Wine - almoco japones

‘Batidas’ em postos não resolvem e UPA tem lotação e reclamação por falta de atendimento

A reportagem enviou e-mail para a assessoria da Prefeitura e aguarda resposta

13 FEV 2017
Vinícius Squinelo
08h27min

Nem mesmo as incertas do prefeito Marquinhos Trad (PSD) nos postos de saúde da Capital têm melhorado a vida dos pacientes que necessitam de atendimento médico. Na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Universitário, a reclamação é que mais de 40 pacientes já passaram pela triagem, porém ainda não começou o atendimento médico na manhã desta segunda-feira (13).

"Cheguei as 6h com meu marido passando mal, desde então várias pessoas passaram pela triagem e nada de chamar, já são mais de 8h da manhã e mesmo com oito médicos na escala médica, não dão satisfação", contou uma paciente, que preferiu não se identificar.  
Segundo ela, várias pessoas estão na fila reclamando bastante. "É um lugar aonde só vamos porque estamos doente mesmo né? Não tem como não reclamar", afirmou. 

De acordo com o site da Prefeitura Municipal, nesta segunda-feira a escala médica tem previsão de seis profissionais clínicos gerais para atender a UPA Universitário no período matutino. Não há escala de nenhum pediatra para o período. Já no período da tarde são cinco profissionais e no período noturno seis médicos. Apenas à noite há previsão para atendimento pediátrico. 

A reportagem enviou e-mail para a assessoria da Prefeitura e aguarda resposta.

Veja também