(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Bebê nasce em ambulância na BR-163; é o segundo caso da semana

Marinê não esperou chegar ao hospital e veio ao mundo com ajuda da equipe da ambulância

29 DEZ 2018
Coxim Agora
10h58min
Foto: Coxim Agora

Mais uma criança nasceu dentro de uma ambulância durante esta semana na região Norte do Estado. Apesar de não ser um procedimento comum, desta vez foi a pequena Marinê dos Santos Pereira, que não quis esperar e acabou nascendo no veículo, para surpresa de todos. O parto aconteceu na tarde desta sexta-feira (28), no quilômetro 822 da BR-163, próximo ao município de Sonora.

A mãe da pequena Marinê, Wanderleia dos Santos estava em observação no Hospital Rachid Saldanha Derzi, em Sonora, quando a médica Drª Raylla decidiu encaminhá-la ao Hospital Regional Álvaro Fontoura Silva, em Coxim, no sistema vaga zero, devido à possibilidade de o parto ser complicado.

Imediatamente o condutor da ambulância Jovenildo, juntamente com a técnica em enfermagem Katiusca, enfermeira Josefa e a médica Drª Raylla se prontificaram a realizar o trabalho de encaminhamento.

Após estar tudo pronto na ambulância, a equipe saiu de Sonora e seguia com destino a Coxim quando teve que parar no KM 822 da rodovia para realizar o parto da bebê.

Toda a equipe se mobilizou para trazer ao mundo a pequena Marinê, que nasceu saudável pesando 3,5kg. Todos ficaram bastante emocionados após o parto, que ocorreu de forma tranquila. Mãe e filha retornaram ao Hospital de Sonora, onde passam bem.

Outro caso – Na quarta-feira (26), Os socorristas Magno e Vandei do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados por familiares de Joana Apolinária Nils, de 34 anos, que estava em trabalho de parto, no Jauru, na zona rural de Coxim.

Magno e Vandei seguiram para o local em uma viatura enquanto que Joana estava sendo trazida em outro veículo. Após se encontrarem na estrada, os socorristas colocaram a mãe na viatura e estavam deslocando para o Hospital Regional Álvaro Fontoura Silva, quando Maria Eduarda veio ao mundo.

Após o procedimento, mãe e filha foram encaminhadas ao hospital. Depois dos exames, foram liberadas e já estão em casa.

Veja também