conadhe
tjms
(67) 99826-0686

Em pleno feriado, Marquinhos dá 'batida' em postos de saúde

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, visitou a Unidade de Pronto Atendimento do Cel. Antonino

16 JUN 2017
Vinícius Squinelo, com assessoria
08h24min
Foto: Divulgação
saude-interna1
99

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, visitou a Unidade de Pronto Atendimento do Cel. Antonino neste feriado. Marquinhos acompanhou a rotina dos pacientes desde a chegada até o atendimento, para averiguar o tempo de espera e a qualidade do serviço público.

Marquinhos conferiu a escala de médicos, adultos e pediatras, ouviu as reivindicações de pacientes e dos servidores, informando o secretário de Saúde, Marcelo Vilela, sobre as demandas da unidade de saúde.

Preocupado, Marquinhos ouviu cada paciente, dando atenção mais especial a quem necessitava de com mais urgência. A saúde é uma das principais preocupações do prefeito, que tem no gabinete dele um televisor com imagens de unidades de saúde.

As visitas a unidades de saúde têm sido rotineiras na gestão do prefeito, que acompanha a necessidade dos pacientes e dos servidores. “Nossa visita não é para intimidar nenhum servidor, mas para averiguar as dificuldades e oferecer o melhor para o paciente, que procurou a unidade como última alternativa, e para o servidor que precisa do mínimo para prestar um bom atendimento”, declarou o prefeito.

Reforço

Desde o início da gestão o prefeito já convocou 21 profissionais para reforçar o atendimento na saúde. As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Centros Regionais de Saúde (CRS) com atendimento 24 horas receberam recentemente novos equipamentos de monitoramento cardíacos essenciais na estabilização e suporte a vida.

A unidade do Coronel Antonino foi uma das primeiras a receber aparelhos. A lista inclui 16 monitores portáteis de sinais vitais, sete desfibriladores e monitores de suporte avançado de vida, cinco oxímetros portáteis de pulso, três detectores fetais, oito carros maca, 10 otoscópio, 20  aspiradores elétricos móveis de secreção e 37 escadas clínicas de dois degraus.

Estes aparelhos monitoram e controlam os sinais vitais, além de contribuir para a melhor o atendimento dos pacientes em estados mais graves. Nestes casos, são necessários diversos equipamentos para oferecer o suporte necessário para a manutenção da vida

saude-interna2
nando viana

Veja também