FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
Gov presente - transparencia

Estresse e estilo de vida inadequado aumentam incidência do câncer de mama precoce

Medicina preventiva é o melhor caminho para evitar que essa e outras doenças se manifestem

10 OUT 2017
Jornal do Brasil
13h23min
Foto: Reprodução

Reconhecimento profissional, satisfação pessoal e qualidade de vida são alguns dos desejos das mulheres – tenham ou não optado por formar uma família. Casadas ou solteiras, hoje elas enfrentam carga de estresse considerável com as múltiplas jornadas impostas pela vida moderna: obrigações no trabalho, com a família ou pessoas próximas e estudos. 

“Mais do que nunca nessas condições, os cuidados pessoais e a prevenção da saúde se fazem imperativos”, alerta o diretor-médico da Med-Rio Check-Up, Gilberto Ururahy. Pioneiro no Brasil em check-up feminino, especialidade à qual se dedica há 26 anos, ele contabiliza mais de 30 mil mulheres examinadas na clínica e constata que a incidência do câncer de mama ocorre cada vez mais cedo. Estresse e estilo de vida inadequado são as principais razões, e a medicina preventiva é o melhor caminho para evitar que essa e outras doenças se manifestem.

“É um fato que as mulheres modernas estão expostas aos mesmos fatores de risco à saúde que ameaçam os homens, por isso é necessário que entendam a necessidade de terem com isso a atenção equivalente à requerida deles. Afinal, elas fumam mais que eles, consomem bebidas alcoólicas na mesma medida e têm dupla ou tripla jornada”, observa Ururahy. Segundo ele, a análise dos check-ups feitos pela Med-Rio aponta que, nos anos 1990, o câncer de mama ocorria apenas a partir dos 40 anos. Atualmente, a clínica detecta casos semelhantes em pacientes com idades cada vez mais precoces.

Veja também