(67) 99826-0686

Mutirão vai atender população de Furnas do Dionísio

Ação Ebserh Solidária será realizada pelo HUMAP e mais 38 hospitais universitários federais na próxima sexta-feira (10)

7 NOV 2017
Ebserh
12h26min
Foto: Reprodução

Com o objetivo de atingir o maior número de pessoas que precisam de atendimento, além de fortalecer as práticas de ensino, pesquisa e inovação, a ação Ebserh Solidária será realizada na próxima sexta-feira (10), com a participação dos 39 hospitais universitários federais da Rede Ebserh. Serão oferecidos milhares de atendimentos em diversas localidades distribuídas nas cinco regiões do país.

Profissionais do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (HUMAP-UFMS), vão atender aproximadamente 400 pessoas da comunidade quilombola de Furnas do Dionísio (distante 40km de Campo Grande).

Serão oferecidas 80 consultas de pediatria, 80 exames oftalmológicos (teste de Snellen), 40 consultas para portadores de hepatite B com coleta de sangue destes pacientes, consultas de pediatria geral com avaliação nutricional e pesquisa de hipertensão arterial sistêmica em crianças e ações educacionais, como palestra de educação em saúde para prevenção de arboviroses (Dengue e Zika) e distribuição de panfletos informativos sobre prevenção de infecções sexualmente transmissíveis.

O presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Kleber Morais, destacou a importância da ação. “Além de campo de prática para o ensino, para a pesquisa e para a inovação na área da saúde, os hospitais universitários federais têm a obrigação de oferecer o melhor atendimento de saúde, principalmente para a população que mais precisa. E a descentralização dos serviços oferecidos pela Rede Ebserh vai ao encontro dessa necessidade, ressaltando o caráter solidário e humanizado da saúde”, afirmou.

Saiba mais

A ação Ebserh Solidária trata-se de um mutirão de atendimento de saúde fora do ambiente hospitalar, que visa levar ações de prevenção e promoção da saúde para locais onde as dificuldades de acesso à assistência à saúde são maiores por diversos motivos. A expectativa é atender a populações em situação de vulnerabilidade social, a pacientes em espera na fila de regulação, moradores de comunidades com grande distância de centro urbanos, além de creches, asilos, escolas e comunidades diversas. Desta vez, o paciente não vai ao hospital, mas o hospital vai ao encontro do paciente.

Serão oferecidos consultas e exames tais como teste para sífilis e HIV, toque retal, exame de mama, teste de glicemia, exame oftalmológico, ultrassonografia, eletrocardiograma, aferição da pressão arterial, dentre outros. Também serão oferecidas ações educativas com foco na prevenção de diversas doenças, orientação quanto à violência sexual, métodos contraceptivos, saúde mental, campanha antitabagismo, e mais. Além disso, a ação será também uma oportunidade de aprendizado para os alunos de graduação e pós-graduação que atuam na área da saúde.

Sobre a Ebserh

Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Ebserh administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo da Rede Ebserh é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Veja também