re9
lalu kids
(67) 99826-0686

Acabou o tabu! Após perder 6 semis, Corinthians bate Assoeva e vai à final

Com Parque São Jorge lotado, Timão derrota Gaúchos no sufoco por 5 a 2 e alcança inédita final da Liga Nacional de Futsal

26 NOV 2016
Globo Esporte
10h16min
Foto: Yuri Gomes/Divulgação

O roteiro finalmente foi alterado. Após parar nas últimas seis semifinais da Liga Nacional de Futsal (LNF), o Corinthians finalmente está classificado para a decisão. Nesta sexta-feira, com o ginásio do Parque São Jorge praticamente lotado, o time derrotou a Assoeva por 5 a 2 e carimbou o passaporte para a inédita final. O jogo de ida, no Rio Grande do Sul, tinha terminado empatado.

Mas, como é tradição, nada é fácil para o Corinthians. O duelo foi bem equilibrado, a torcida foi junto com o time o tempo todo. E sofreu também. O Timão saiu na frente, mas tomou o empate logo na sequência. O resultado levava o confronto para a prorrogação. Aí entrou em ação a estrela de Vander Carioca, de 40 anos, um dos mais completos pivôs brasileiros. Ele, na metade do segundo tempo, colocou o Timão na frente, deixando o barulho no ginásio ensurdecedor. Rocha ainda ampliou para a equipe faltando cinco minutos.

Aí, foram cinco minutos de festa da torcida que, apesar de passar por um ou outro momento de tensão, não parou de gritar. Teve até ola e olé. Nem o gol de Thiaguinho calou o ginásio. No fim, Índio ampliou e Leandro Caires selou a vitória. No último minuto de jogo, uma confusão se instaurou em uma parte da torcida. Cerca de 30 policiais ficaram em volta de uma das torcidas organizaras do time até o apito final.

- A gente tem uma história que não nos pertence, e nós falamos no vestiário, que tínhamos que controlar o emocional para chegar essa final. Dedicamos essa classificação à essa torcida maravilhosa, e à família do Guitta - disse Deives, após a partida.

INÍCIO AVASSALADOR

Com menos de cinco minutos, o ginásio veio abaixo. A torcida, que já estava incentivando o time, delirou com o gol de Leandro Caires, que abriu o placar.  O Timão dominava o jogo e, aos nove minutos, o treinador do Assoeva, Fernando Malafaia, pediu tempo para tentar arrumar sua equipe, que ainda tinha levado perigo ao gol adversário apenas uma vez.

A mudança surtiu efeito e, um minuto depois o Assoeva, em um ótimo contra-ataque empatou com Ygor. Na sequência, quase veio a virada, em chute rente à trave. Já passava mais da metade do primeiro tempo, e o público ainda entrava no ginásio. Deives conseguiu uma linda jogada, entrou livre na área e carimbou a trave. Na sequência, Genaro deu o troco em um chute de longe e quase marcou para os visitantes.

Os últimos minutos do primeiro tempo foram bastante truncados, com faltas dos dois lados. Faltando 13 segundos, o Corinthians teve um tiro livre perdido por Foglia.

O segundo tempo começou nervoso, com as equipes sem arriscar nada, afinal, o empate levava para a prorrogação. Aos sete minutos, o veterano Vander Carioca, de 40 anos, marcou. Ele chutou na trave e, no rebote, usando muito bem o corpo colocou para dentro.

O tempo ia passando, o Corinthians mantinha a posse de bola, enquanto o Assoeva ficava pendurado no número de faltas. Faltando cinco minutos, o Corinthians fez o terceiro com Rocha. No fim, o Assoeva tentou atacar com goleiro linha, mas a posse de bola era, na maioria das vezes, do Corinthians. Faltando três minutos, Thiaguinho diminuiu para o Assoeva. Tentando jogar com goleiro linha, o time gaúcho ainda tomou dois gols.

ESCALAÇÕES

Corinthians: Guitta, Nenê, Leandro Caires, Pepita e Deives. Entraram: Douglas, Rocha, Marcel, Arthur, Índio, Vander Carioca, Leandro Lino e Adriano Foglia. Técnico: André Bié.

Assoeva: Quinzinho, Daniel, Valdin, Thiaguinho e Genaro. Entraram: Boni, Bruno Souza, Ygor, Axel, Dani, Pedro Rei, Teves e Renatinho. Técnico: Fernando Malafaia.

 

Veja também