re9
lalu kids
(67) 99826-0686

Brasil vence mais uma e assume liderança das eliminatórias

O time venceu a Venezuela em Mérida por 2 a 0

12 OUT 2016
Redação
10h47min
Foto: Divulgação

A rodada das eliminatórias sul-americanas da Copa de 2018 foi perfeita para a seleção brasileira. Nesta terça-feira (11), o time venceu a Venezuela em Mérida por 2 a 0; o técnico Tite, mesmo sem seu principal jogador, o atacante Neymar, conseguiu sua quarta vitória em quatro jogos pela seleção; e o Brasil, graças ao empate entre Uruguai e Colômbia, assumiu a liderança da competição que dá vaga para o Mundial da Rússia.

Com uma sequência de quatro vitórias (Colômbia, Equador, Bolívia e hoje Venezuela), o Brasil deu um salto na tabela de classificação.

A equipe saiu do incomodo sexto lugar, fora da zona de classificação para o Mundial, e pulou para a primeira colocação, com 21 pontos –um a mais do que o Uruguai, que agora é o vice-líder.

A sexta posição ocupada nas eliminatórias em maio foi um dos motivos que levaram Dunga a ser demitido do comando da seleção. No mês seguinte, a gota d'água veio com eliminação na primeira fase da Copa América Centenário, realizada nos EUA.

A chegada à liderança nesta terça só foi possível graças ao gol do zagueiro colombiano Mina no fim da partida contra o Uruguai. O time azul celeste vencia por 2 a 1 em Barranquilla até os 39 min do segundo tempo, quando o jogador palmeirense empatou para o time da casa.

Outros resultados também favoreceram a seleção brasileira, que agora tem cinco pontos de vantagem para a Argentina, quinta colocada e primeira fora da zona dos times que se classificam diretamente para o Mundial.

Com 16 pontos, os argentinos, foram derrotados pelo Paraguai por 1 a 0, em Córdoba. Com isso, os paraguaios chegaram a 15 pontos, em sexto, colados na Argentina.

O time do técnico Edgardo Bauza ainda teve a chance do empate, mas Agüero desperdiçou cobrança de pênalti no início do segundo tempo.

A Argentina é a próxima adversária da seleção nas eliminatórias, em jogo marcado para o Mineirão, no próximo dia 10 de novembro.

Será a primeira partida da equipe brasileira no estádio desde a goleada sofrida para a Alemanha por 7 a 1, na semifinal da Copa de 2014.

O confronto deve ser marcado pelo duelo entre os atacantes do Barcelona, Neymar e Messi. O brasileiro ficou fora do jogo desta terça-feira por suspensão. Já o argentino está machucado e não foi convocado por Bauza.

Terceiro colocado, o Equador empatou com a Bolívia e chegou aos 17 pontos –mesma pontuação da Colômbia, que ocupa a quarta posição.

Veja também