TJMS
lalu kids
(67) 99826-0686

Cícero se apresenta na concentração do São Paulo nos Estados Unidos

Meio-campista, que assinou contrato de dois anos com o Tricolor, fará exames médicos e cardiológicos nesta segunda-feira em Orlando

8 JAN 2017
Globo Esporte
16h13min
Foto: Divulgação/São Paulo

Quarto reforço contratado pelo São Paulo para a temporada 2017, o meia Cícero já está na concentração tricolor em Bradenton. O jogador chegou na metade do treino da manhã deste domingo e só acompanhou os companheiros. À tarde, pela programação definida pela comissão técnica, ele fará um trabalho físico com o preparador Zé Mário Campeiz. Na manhã desta segunda, ele treinará normalmente com os companheiros. À tarde, enquanto todos terão folga, o meio-campista realizará exames médicos e cardiológicos em Orlando.

Cícero assinou contrato com o São Paulo por duas temporadas e chega para ser um dos pilares da equipe de Rogério Ceni, que insistiu muito na sua contratação. Será a sua segunda passagem pela equipe do Morumbi. A primeira foi entre 2011 e 2012, quando ele disputou 92 partidas e marcou 16 gols.  Ele ainda tinha mais um ano de vínculo na época, mas, descontente com a condição de reserva em determinado momento, pediu para ir embora e se transferiu para o Santos.

Até agora, o Tricolor contratou quatro reforços para a temporada 2017. Além de Cícero, chegaram o goleiro Sidão e os atacantes Neilton e Wellington Nem. O clube ainda procura um primeiro volante e um centroavante para fechar o elenco deste primeiro semestre. Para o meio-campo, o alvo era Bruno Henrique, ex-Corinthians e que está no Palermo (ITA), mas o jogador não mostrou disposição de voltar ao Brasil neste momento. As partes voltarão a conversar no meio do ano.

Para o ataque, a contratação mais adiantada é a de Colmán, do Nacional do Paraguai – o argentino Calleri corre por fora. O clube fez nova proposta ao clube do paraguaio, mantendo o valor de US$ 1,1 milhão (R$ 3,6 milhões), mas aumentando o valor de entrada de US$ 500 mil (R$ 1,7 milhão) para US$ 700 mil (R$ 2,38 milhões). O restante seria pago em duas parcelas semestrais de US$ 200 mil (R$ 680 mil cada). Desta vez, a chance do negócio ser concretizado é grande.

 

Veja também