(67) 99826-0686

COI pune três boxeadores por apostas em competições da Olimpíada do Rio

Antony Fowler, do Reino Unido, e Steve Gerard Donnelly e Michael John Conlan, ambos da Irlanda, foram repreendidos e vão contribuir com programas educacionais

28 SET 2016
Globo Esporte
10h44min
Foto: Phil Walter/Getty Images

O Comitê Olímpico Internacional (COI) resolveu punir os boxeadores Antony Fowler, do Reino Unido, e Steve Gerard Donnelly e Michael John Conlan, ambos da Irlanda, por infringirem regras contidas no "Código de Prevenção de Manipulação de Competições do Movimento Olímpico" ao participarem de apostas envolvendo disputas da Olimpíada do Rio de Janeiro.

É a primeira vez que essas normas são aplicadas no megaevento, e elas preveem que "participantes dos Jogos Olímpicos não são permitidos a participar de apostas que envolvam eventos olímpicos, e eles são obrigados a reportar qualquer proximidade ou suspeição em qualquer tipo manipulação".

Como foi provado que não houve intenção em manipular a Olimpíada, esses três atletas foram repreendidos severamente e vão precisar seguir e contribuir vários programas de integridade educacional, tanto organizados por seus comitês nacionais, pelo COI ou pela Associação Internacional de Boxe Amador (AIBA).

Para conseguirem se credenciar na Olimpíada de Tóquio 2020, esses competidores precisarão comprovar ao COI que participaram dos programas educacionais indicados. Além disso, seus respectivos comitês nacionais precisarão se comprometer de que, nas próximas edições, vão informar aos seus atletas sobre apostas e manipulação.

 

Veja também