RACIONAIS
CAPITAL
(67) 99826-0686

Organizada do Palmeiras protesta no CT e promove "coletiva de imprensa"

Sequência ruim do time de Cuca faz membros de torcida cobrarem elenco na porta da Academia de Futebol, neste sábado. Palmeirenses falam em "obrigação" na Libertadores

15 JUL 2017
Globo Esporte
16h59min
Foto: Felipe Zito

Membros de uma torcida organizada do Palmeiras fizeram um protesto diferente no início da tarde deste sábado. Em frente ao centro de treinamento do Verdão, a Mancha Alviverde montou uma estrutura para promover uma entrevista coletiva.

Um dos alvos dos torcedores foi o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos - o dirigente deu entrevista coletiva na última sexta-feira. A intenção dos membros da organizada era questionar o rendimento e o planejamento da equipe para a temporada - o time de Cuca vem de duas derrotas no Brasileirão, uma na Libertadores e um empate na Copa do Brasil.

Os torcedores reclamaram da ausência de explicações por parte da diretoria depois dos últimos resultados negativos. Eles também cobraram o elenco "mais caro do Brasil", segundo as palavras deles mesmos, e pediram mais dedicação e vontade do time dentro de campo. A Libertadores também foi colocada como "obrigação" - o Verdão foi derrotado por 1 a 0 no jogo de ida das oitavas de final e recebe o Barcelona de Guayaquil no dia 9 de agosto precisando vencer por dois gols de diferença para avançar no torneio.

De acordo com membros da torcida, perguntas foram enviadas ao clube em um comunicado que foi distribuído para os jornalistas neste sábado. Os questionamentos foram sobre a postura do presidente Maurício Galiotte, a montagem do elenco, a ausência da diretoria, prioridades do time, comissão técnica, jogadores, entre outros.

Na estrutura montada para a "entrevista coletiva", que teve direito a banner, microfone e até água personalizada, líderes da torcida se posicionaram e fizeram um pronunciamento de cobrança.

- É para entrar em campo (contra o Vitória) atropelando, contra o Flamengo atropelando, contra o Sport atropelando... Se perder jogando com vontade vai ter nosso apoio. Se ganhar andando em campo vai ter a nossa crítica. Todo mundo no Palmeiras ganha bem, está com o salário em dia, é um dos elencos mais caros da América Latina... Queremos que se dediquem, sem arrogância e prepotência, sem colocar culpa no treinador. Vamos para sermos campeões - disse um dos torcedores.

Viaturas da Polícia Militar e seguranças do clube ficaram de prontidão do local. Antes do protesto, membros da torcida conversaram com funcionários do Palmeiras e ressaltaram a intenção de fazer um protesto que não causasse nenhum tipo de problema.
O contato da torcida com o ônibus da delegação do Verdão foi rápido. Os torcedores gritaram músicas de cobrança ao time, mas não foi possível ver se os atletas estavam de fato dentro do veículo. Mais cedo, Cuca comandou na arena o último treinamento antes da partida contra o Vitória, neste domingo, às 11h.

Veja também