PMCG - 100 dias
(67) 99826-0686

Spider diz que espera lutar no Brasil em 2017 e revela projeto de seriado

Lutador afirma que próximo combate pode acontecer 'em junho ou julho'. 'Para alegria de uns e tristeza de outros, eu ainda tenho muita luta no UFC', diz, aos 41 anos

13 JAN 2017
Globo Esporte
07h39min
Foto: Getty Images

Sem lutar desde julho do ano passado, Anderson Silva esperar voltar ao octógono do UFC no meio deste ano, no Brasil. Triste por ter ficado de fora do UFC 198, em Curitiba, realizado em maio passado, o ex-campeão peso-médio disse que ficou um "gostinho" por uma nova luta sua no país. Em entrevista ao "Tá na Área", Spider declarou que ainda não sabe quem pode encarar, mas garantiu que não faltam rivais de peso entre os médios.

- Eu, sinceramente, não sei, mas pode ser que aconteça. Ficou uma coisa no ar, era para eu ter lutado em Curitiba, não aconteceu (fez uma cirurgia às pressas). Fiquei frustrado porque queria lutar muito no Brasil. Espero que aconteça. Se der tudo certo, em junho ou julho (...) (Adversário) não sei ainda. Adversário dos meus sonhos... acho que todos os atletas que estão no UFC são de ponta, e nessa categoria tem grandes talentos, grandes nomes, apesar de eu ser de uma geração que está quase colocando a chuteira pendurada no octógono. Tem bons atletas. Tudo é possível. Os atletas que estão em nível para competir podem lutar a qualquer momento. Estou me preparando, sem pressa. São 41 anos, então a gente joga fácil – disse.

O Ultimate tem dois eventos encaminhados no Brasil este ano. Primeiro, volta a Fortaleza, no dia 11 de março. Em 3 de junho, deve realizar uma edição no Rio de Janeiro, na Arena da Barra – um evento possível para a volta de Spider ao octógono.

Radicado em Los Angeles, no EUA, Anderson tem treinado no Rio de Janeiro, na academia X-Gym, de Ronaldo Jacaré. O peso-médio se apresentou pela última vez em julho do ano passado, quando substituiu Jon Jones no duelo com Daniel Cormier, na histórica edição 200, em Las Vegas, mas acabou derrotado por decisão unânime.

Aos 41 anos, Spider disse que espera aliar o seu trabalho fora do octógono com as lutas que ainda restam em seu contrato com o UFC. O peso-médio revelou ter feito o roteiro de uma série que pode ser veiculada em um canal de filmes online.

- Para alegria de uns e tristeza de outros, eu ainda tenho muita luta no UFC. Meu contrato está bem. Brigo direto com o Dana (White, presidente do UFC) para ele aumentar, para dar uma moral. Mas está bem. Tenho acho que mais seis lutas no contrato e espero fazer todas elas, apesar de que minha carreira está tomando outro rumo há alguns anos. Estou trabalhando minha parte de ator e tal. Tenho vários projetos em Los Angeles. Acabei de fazer um (filme) na China. Tenho alguns testes para fazer em Los Angeles. Temos mais um projeto que a Netflix abraçou, um seriado que eu escrevi. Tem bastante coisa acontecendo, mas quero continuar lutando. É o meu "ar” – disse.

 

 

Veja também