Menu
segunda, 26 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
DIA DO AMIGO

Com pacto com cuspe e tatuagem, amizade de quarteto dura há 3 décadas

Quatro mulheres improváveis de serem amigas, construíram uma história de parceria e companheirismo que já dura 30 anos

20 julho 2021 - 09h30Por Nathalia Pelzl

Tudo começou em 1991 após um baile no Círculo Militar, em Campo Grande. 

Quatro mulheres improváveis de serem amigas, construíram uma história de parceria e companheirismo que já dura 30 anos e rendeu de pacto com cuspe nas mãos a tatuagem. 

E hoje, dia 20 de julho, data que é comemorado o Dia do Amigo, elas viram a oportunidade de compartilhar um pouco mais como tudo começou. 

Jane Conegundes foi quem contou detalhes ao TopMídiaNews

Além dela, o quarteto é composto por Aldinéia Conegundes, Renata Dias Espósito e Virgínia Dias Espósito. 

“Eu moro em Rochedo, sou aposentada por invalidez devido ao Lúpus. Trabalhei anos no jornal Correio do Estado até ser aposentada. Minha irmã Aldinéia é diarista em Campo Grande, mora no Aero Rancho, a Virgínia é assistente social concursada e a Renata é enfermeira. Nossos encontros agora são nas casas delas ou aqui em Rochedo. Mas, antes da pandemia, costumávamos ir nas baladas”, destaca. 

Em 1991, Jane namorava um primo de Virgínia e Renata. Na data em que tudo começou o casal foi ao Círculo Militar e Virgínia estava lá. 

Como Jane não gostava de dançar, ficou só observando o namorado dançando com a prima a noite toda, motivo pelo qual surgiu o chamado ‘ranço’. 

O dia acabou e alguns anos depois, Jane, já separada do ‘bendito’ encontrou Renata (irmã de Virgínia), estudando no mesmo período. Ambas pegavam o mesmo ônibus, no entanto, Jane fazia questão de não trocar uma palavra sequer com Renata. 

Porém, um belo dia, Renata teve a iniciativa e puxou assunto. Às duas perceberam que tinham várias coisas em comum e teve início a amizade. 

Logo, às duas combinaram de ir até o baile no Clube Capital. 

“Minha irmã Aldinéia ficou super preocupada, a gente não tinha celular e nossa experiência com as primas não tinham sido agradável. Expliquei que nossa impressão estava totalmente errada, pois, elas eram pessoas maravilhosas. Depois disso, nunca mais nos separamos. A Aldinéia acabou se juntando com a gente”, revela Jane. 

Em algumas épocas, segundo ela, o grupo chegou a ficar distante de corpo, mas não de alma. “Sempre declaramos que nossa amizade seria eterna, um dia fizemos um pacto com ‘cuspi’ nas mãos para selar a amizade, mas hoje estamos mais maduras e seguras, decidimos fazer um pacto de amizade e fidelidade mais ousado, decidimos fazer uma tatuagem de coração”, explica Jane. 

As tatuagens têm significados. O quarteto fez quatro corações, em cada uma, ele foi pintado de preto na sequência de quem teve a iniciativa para a amizade começar. 

Ou seja, Renata, Jane, Néia e Virgínia. 

Questionada, Jane revela se o grupo já brigou de quase romper. 

“Só no dia da tatoo, que foi essa semana, eu fiz o pacto e na hora, queria fugir, com medo, elas quase me bateram. Nunca tivemos uma briga séria de pensar no fim da amizade, cada ano fortalece mais, pois estamos juntas na alegria e tristeza”, pontua. 

Além disso, Jane cita qual característica de cada uma ajuda a fortalecer o grupo. 

“Néia é mais sensata de todas, pensa muito antes de fazer qualquer coisa. Virgínia a sabe tudo, não adianta discutir com ela. Renata, a chorona, também é que bebe mais. Eu, Jane, a mais briguenta, por qualquer coisa fico emburrada”, risos. 

Jane conta que agora o legado de amizade é passado para os filhos. “Os filhos se tornaram amigos e a família sempre que pode está toda reunida”, finaliza. 
 

Leia Também

Religioso que zombava de vacinas morre por covid-19 nos EUA
Geral
Religioso que zombava de vacinas morre por covid-19 nos EUA
Após discussão, madrasta leva soco na cara em Três Lagoas
Polícia
Após discussão, madrasta leva soco na cara em Três Lagoas
Motociclista causa acidente, foge e deixa esposa grávida no local
Interior
Motociclista causa acidente, foge e deixa esposa grávida no local
Idoso tenta defender cachorrinha, é xingado e leva banho de mangueira no Chácara Cachoeira
Polícia
Idoso tenta defender cachorrinha, é xingado e leva banho de mangueira no Chácara Cachoeira