(67) 99826-0686
Camara - marco

Novembro é colorido de azul e combate ao câncer de próstata

Novembro Azul

20 NOV 2013
Marithê Lopes
16h35min
O urologista Jamal Salem destaca o combate à doença e motiva a população masculina a fazer exames. Foto: Arquivo Pessoal

Para conscientizar homens sobre a importância do teste diagnóstico de câncer de próstata foi iniciada neste mês. Foi criada uma campanha similar ao Outubro Rosa, que tem por objetivo combater o câncer de mama entre as mulheres. É o Novembro Azul, celebrado durante o mês mundial de combate ao câncer de próstata. O objetivo do movimento é combater a doença e, principalmente, motivar a população masculina a fazer exames preventivos.

 

"Uma campanha bem bolada, essa iniciativa vale muito, pois geralmente o homem é um descuidado, não se toca com a doença do século que faz muitas vitimas, é hora de abrir os olhos e se cuidar um pouco mais", alerta o empresário Hélbio Castelo Branco de 50 anos que faz os exames preventivos frequentemente. 

 

O Movimento Novembro Azul faz parte da Campanha “Um Toque, Um Drible”, que busca promover uma mudança de paradigmas em relação à ida do homem ao especialista e à realização do exame de toque. Mato Grosso do Sul é o Estado brasileiro com maior incidência da doença, 101,98 casos para cada 100 mil habitantes, ganhando de estados como Rio de Janeiro (97 casos para 100 mil habitantes) e São Paulo (76,05 casos para 100 mil habitantes).

 

A estimativa é do Inca (Instituto Nacional do Câncer), que também afirma que, no Brasil, a média de incidência é de 53 casos para cada 100 mil habitantes. “Mato Grosso do Sul é considerado um Estado de alta incidência da doença, provavelmente ligada a fatores alimentares”, explica o médico urologista Jamal Mohamed Salem.

 

A doença

Jamal diz que um dos sintomas é dor, dificuldade de urinar e fazer várias vezes. Existem três tipos de doenças da próstata, a hiperplasia prostática (tumor benigno) que pode aparecer a partir dos 40 anos de idade, a prostatite (infecção da próstata) que pode acarretar em qualquer idade do homem e pode causar infertilidade, e o câncer de próstata.

 

"Os sintomas são os mesmos, o que irá diagnosticar são os exames realizados, de sangue, ultrassom e toque retal. Com divulgação de campanhas através da mídia os homens estão mais preocupados com a saúde e se prevenindo cada vez mais", garante Jamal.

 

Em Campo Grande o Centro do Homem, projeto criado em 2009 pelo doutor e vereador Jamal na Câmara Municipal, foi o primeiro a ser implantado no país e atende cerca de mil pacientes por mês, todos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) sendo 70% da capital e 30% do interior. “A doença vem sendo diagnosticada mais cedo, a mulher tem um papel muito importante,  por se cuidar mais ela tem incentivado o companheiro a se cuidar também possibilitando 100% da cura. Por isso que recomendo que a partir dos 40 anos deve ser feito o exame pelo menos uma vez por ano, com exceção os que já tem casos de câncer na família, devem realizar o exame a cada seis meses”, diz Jamal.

 

Centro do Homem

O Centro de Saúde do Homem oferece atendimentos como: consulta em Urologia Geral a pacientes Masculinos encaminhados via SISREG, postectomia, infertilidade masculina, andrologia: disfunção erétil masculina, ejaculação precoce e distúrbios sexuais, vasectomia (Pacientes encaminhados pelo Serviço de Planejamento Familiar - CEM), atendimento psicológico com terapia individual ou em grupo, consulta de Enfermagem, serviço Social.

Endereço: Dr. Meireles, s/n Esquina com Rua Uruguaiana - Bairro Cel. Antonino

Horário de atendimento: de 2ª a 6ª feira - das 7h às 11h e das 13h às 17h

O urologista Jamal Salem destaca o combate à doença e motiva a população masculina a fazer exames. Foto: Arquivo Pessoal
O urologista Jamal Salem destaca o combate à doença e motiva a população masculina a fazer exames. Foto: Arquivo Pessoal
O urologista Jamal Salem destaca o combate à doença e motiva a população masculina a fazer exames. Foto: Arquivo PessoalFoto: Reginaldo LacerdaFoto: DivulgaçãoFoto: Reginaldo Lacerda

Veja também