Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
Gov - Compre de Casa
Algo mais

Quem sabe faz ao vivo: homem toca violão enquanto tumor é removido do cérebro

Neurocirurgião explica que a técnica testa áreas do cérebro antes da remoção do tumor e minimiza riscos de paralisia ou de perda de funções

23 janeiro 2019 - 16h14Por Da redação / BBC Brasil

Quando o músico sul-africano Musa Manzini foi diagnosticado com um tumor benigno no cérebro, os cirurgiões decidiram que só haveria uma forma de fazer a operação: com Musa acordado e tocando violão.

Um buraco foi perfurado no crânio de Manzini enquanto ele estava anestesiado. Mas os médicos do hospital Albert Luthuli, em Durban, o acordaram quando alcançaram o tumor.

“Você fica meio dormindo, meio acordado, uma sensação bem estranha. Na cirurgia anterior, me colocaram para dormir e só acordei depois. Nesse caso, você está no meio, como se estivesse flutuando entre os dois mundos”, diz o músico.

Manzini foi mantido acordado durante a operação de seis horas, em parte para preservar e restaurar os movimentos dos dedos. A prática é incomum na África do Sul, mas os médicos acharam que essa seria a melhor opção no caso de Manzini.

Em entrevista ao site IOL, da África do Sul, o neurocirurgião Basil Enicker explicou que, com a técnica, é possível testar áreas do cérebro antes da remoção do tumor e minimizar riscos de paralisia ou de perda de funções cerebrais. 90% do tumor foi removido do cérebro do músico, embora possa voltar a crescer.

Leia Também

Uninho bate em Corsa e capota no centro de Coxim
Interior
Uninho bate em Corsa e capota no centro de Coxim
Marquinhos Trad desabafa: 'seis bairros ignoraram isolamento social em Campo Grande'
Cidade Morena
Marquinhos Trad desabafa: 'seis bairros ignoraram isolamento social em Campo Grande'
MEDO? Movimento não 'dá nome aos bois', pede fechamento do STF e organiza manifesto na Capital
Cidade Morena
MEDO? Movimento não 'dá nome aos bois', pede fechamento do STF e organiza manifesto na Capital
Motoristas de app dobram horas de trabalho na pandemia, mas faturamento está em queda livre
Cidade Morena
Motoristas de app dobram horas de trabalho na pandemia, mas faturamento está em queda livre