Menu
sexta, 26 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Campo Grande

Abandono, descaso e esquecimento: bairro de Campo Grande vive de promessas

28 maio 2016 - 18h04Por Dany Nascimento

Há dois meses, o TopMídiaNews esteve no bairro Nova Campo Grande relatando as dificuldades que os moradores encontram para se deslocar de seus residências, já que há anos, nem cascalhamento é realizado pela prefeitura de Campo Grande nas ruas da região. Ao voltar na Rua 90, encontramos um cenário um pouco diferente, o que antes se perdia em meio a poeira, agora desaparece em meio a 'crateras', que dificultam a circulação até daqueles que possuem veículo automotor para trafegar no bairro.

Tentando retirar as folhas que caíram na frente da casa, o aposentado Egito de Brito, 77 anos, destaca que vive na região há 20 anos e relata com tristeza os problemas que se acumulam no bairro. "Eu moro aqui há vinte anos, antes até passava equipe da prefeitura aqui, mas agora nem isso fazem mais. Não temos nem como sair de casa, porque não sabemos a profundidade de cada buraco, sair de casa é a mesma coisa que não ter a certeza se voltamos para a casa".


De acordo com o morador, a conversa entre a vizinhança é que neste ano eleitoral, políticos devem começar a aparecer nas casas, pedindo voto e iludindo a população com promessas de melhora. "Eles passam aqui em ano eleitoral, fazem mil promessas e não conseguem cumprir nenhuma. Estamos esquecidos aqui. Quando faz calor a poeira toma conta e quando chove, fica desse jeito, até carro tem dificuldade de passar porque a rua está se perdendo".

A esposa de Egito, Nadir Goes, 76 anos, afirma que sempre escuta promessas de melhora, mas hoje, sabe que tudo que é dito em época eleitoral não passa de palavras sem valor. "Eles sempre passam aqui, moramos aqui há mais de 20 anos e é sempre a mesma coisa. Eu preciso ir na casa de familiares na mesma rua e tenho medo de ir porque não sei se consigo atravessar, tem vizinhos que já se machucaram tentando passar. temos que ficar presos dentro de casa".

Assim como o casal de aposentados, a jovem Regiane Lemes de 28 anos, que reside há pouco tempo na Nova Campo Grande, afirma que tentou sair de casa para se deslocar até o centro da Capital, mas teve que voltar para a casa, pois os sapatos foram totalmente encobertos por lama.

"Esses dias eu fui sair, mas tive que voltar para casa porque meu pé foi todo encoberto por barro. Entrou no meu sapato, não teve jeito. Vivemos como reféns dessa rua", diz Regiane.

Juliani Figueiredo, 28 anos, que reside na Rua 90 há um ano e sete meses explica que procura manter os três filhos dentro da residência para que nenhum deles se torne vítima das 'crateras'. "Eu tenho que fazer meus filhos ficarem dentro de casa porque se deixar eles andarem na rua, tenho medo de que eles virem vítima desses buracos, porque tem buraco fundo que as vezes deixa carro preso".

Para Juliani, o ano eleitoral também será marcado por promessas. "Masi um ano de promessas e nada de cumprir. Quando eles vem aqui, falam como se fosse bem fácil fazer, mas quando são eleitos, ficam com amnésia e esquecem dos moradores da região. Na hora de pedir voto são bons, mas na hora de ajudar as pessoas a terem uma vida mais digna, não fazem".

Além disso, os moradores relatam  a grande quantidade de lixo que se acumula em terrenos baldios, causando mal cheiro e o aparecimento de bichos peçonhentos. Para Maria Eugênia, 32 anos, além de serem esquecidos pelo poder público, a população conta também, com o desrespeito de alguns moradores.

"É um absurdo, as pessoas sabem que aqui a prefeitura não passa e mesmo assim, descarta lixo nos terrenos, mesmo sabendo que só vai prejudicar a vida daqueles que moram perto. Aqui não contamos com nada, prefeito nem ninguém".

Leia Também

Cassems está com paciente de covid em estado grave e alerta: 'não era vacinado'
Campo Grande
Cassems está com paciente de covid em estado grave e alerta: 'não era vacinado'
Bolsonaro é contra Carnaval, mas aglomerou muito; deputados indicam incoerências
Política
Bolsonaro é contra Carnaval, mas aglomerou muito; deputados indicam incoerências
Amante baleado na boca em motel está na área vermelha da Santa Casa
Campo Grande
Amante baleado na boca em motel está na área vermelha da Santa Casa
Bebê que perdeu perna em batida se recupera de cirurgia, mas estado é grave
Campo Grande
Bebê que perdeu perna em batida se recupera de cirurgia, mas estado é grave