TCE Novembro
Menu
terça, 30 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Campo Grande

Ao contrário do 1° turno, eleitores comemoram filas menores neste domingão

A situação está bem diferente e os eleitores comemoram as filas menores na Escola Estadual Joaquim Murtinho

28 outubro 2018 - 17h11Por Anna Gomes e Thiago Souza

Ao contrário do que aconteceu no primeiro turno quando várias pessoas chegaram a desistir de votar devido a demora. Neste domingo (28), a situação está bem diferente e os eleitores comemoram as filas menores na Escola Estadual Joaquim Murtinho, na região central de Campo Grande.

Com 19 seções eleitorais, sendo cada uma delas com 350 eleitores, o primeiro turno foi um transtorno para a população. Filas enormes e com uma demora de aproximadamente 1h para conseguir registrar o voto, hoje, quem foi à escola fazer o seu papel de cidadão chegou a se surpreender.

(Rodrigo Oliveira de 37 anos foi uma exceção no primeiro e no segundo turno)

“O primeiro turno fiquei uns quarenta minutos na fila e agora não demorou nada, cheguei e votei. Pensei que seria o mesmo transtorno, mas me enganei”, disse a diarista Marta Florencio de 42 anos.

O eleitor e professor Valdir Hernes de 58 anos ficou chateado com a situação enfrentada ao tentar votar. Como não foi no primeiro turno por problemas de saúde, ele não conseguiu votar na tarde de hoje.

“Quando cheguei aqui descobri que não tinha feito a biometria e agora preciso regularizar meu título”, ressaltou.

 Já o empresário Rodrigo Oliveira de 37 anos foi uma exceção no primeiro e no segundo turno que segundo ele, não enfrentou nenhuma fila. “As duas vezes votei muito rápido, em cerca de 5 segundos já estava tudo certo”.