TJMS JANEIRO
Menu
sábado, 22 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Após polêmica, prefeitura coloca apenas uma equipe para tapar buracos

17 outubro 2015 - 13h16Por Com informações da Assessoria de Comunicação

Finalmente, a operação tapa-buraco parece que saiu do discurso e a população de Campo Grande já pode ter esperança que seja solucionado o problema das "crateras" espalhadas pelas ruas da cidade. O prefeito Alcides Bernal (PP) havia prometido desde a semana passada a ‘solução’, que foi adiada duas vezes, mas neste sábado (18), determinou que iniciasse a tal força tarefa.

Aproveitando o sol, o serviço está sendo feito com apenas uma equipe nas ruas do quadrilátero central da cidade e deverá ser estendido durante o fim de semana com a promessa de continuar na segunda-feira e de expandir o efetivo. A população já estava revoltada com os problemas causados em decorrência dos buracos, como gastos mecânicos e acidentes de trânsito.

Considerado um serviço essencial e após muita reclamação, o prefeito determinou a volta do tapa-buraco, mas aproveitou a oportunidade para questionar a qualidade do asfalto. Ele diz estranhar o fato de não ter muitos períodos chuvosos e, mesmo assim, uma grande quantidade de buracos surgiu pelas ruas.

“Diante de alguns questionamentos da população, especialmente em relação ao tapa-buraco fantasmas, demos ordem para que o serviço seja reiniciado com equipe própria e que assim que as empresas entrem na força tarefa que as equipes de fiscalização fiquem atentas aos serviços, porque precisamos respeitar o dinheiro do povo”, justifica Bernal, ao ser questionado sobre a demora para retomar os trabalhos.

A prefeitura de Campo Grande pretende investir cerca de R$ 1,5 milhão neste início da força tarefa, além da equipe e equipamentos que fazem parte da Secretária de Obras. A força tarefa compreende inicialmente as avenidas Mato Grosso, Zahran, Calógeras, Ernesto Geisel, Antônio Maria Coelho, 15 de novembro, entre outras.