TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Campo Grande

Campanha 'Mãos EmPENHAdas' usa salões de beleza para incentivar denúncias de violência doméstica

Objetivo é que cabeleireiras incentivem mulheres agredidas a denunciar violência

17 março 2017 - 17h17Por Thiago de Souza e Kerolyn Araújo

Foi lançada na tarde desta sexta-feira (17) a Campanha Mãos EmPENHAdas Contra a Violência'', promovida pela Vara da Violência Doméstica e Familiar de Campo Grande. O objetivo é estimular clientes de salões a denunciar a violência doméstica e familiar. 

A idealizadora do programa, a juiza da 3ª Vara da Violência Doméstica e Familiar de Campo Grande, Jacqueline Machado, disse que a ideia surgiu pensando na situação da mulher vítima de violência doméstica e familiar, que não conseguem relatar a violência sofrida para ninguém. 

''O salão de beleza é o local onde as mulheres conversam sobre todos os assuntos e isso pode estimular denúncias sobre casos de agressões'', explicou a magistrada. 

A partir do lançamento, em um salão de beleza, na Rua Vila Célia, em Campo Grande, a juíza vai fazer um balanço sobre os resultados e pode ter a possibilidade de expandir o programa para outros estabelecimentos da Capital e para o interior do estado. 

(proprietária do salão pioneiro do programa se diz lisonjeada)

A proprietária do salão pioneiro do programa, Juliana Silva Oliveira Paiva, disse que 24 funcionárias dela receberam treinamento da juíza para poder ajudar no combate à violência contra a mulher. ''Foi uma honra abrir meu estabelecimento para esse tipo de ação. Os funcionários também estão se sentindo lisonjeados'', relatou a empresária. 

Na hora do lançamento do ''Mãos EmPENHAdas Contra a Violência'', o salão estava aberto e as clientes puderam ouvir os ensinamentos da magistrada. 

Segundo a juíza, os estabelecimentos que tiverem interesse em participar do programa devem fazer inscrição no Fórum de Campo Grande, na Rua Barão do Rio Branco, em Campo Grande.