TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
quinta, 02 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Campo Grande

Cansado dos problemas no Los Angeles, morador faz vídeos para políticos

30 abril 2016 - 18h07Por Anna Gomes

A Rua Dom Fernandes Sardinha, no Jardim Los Angeles, em Campo Grande, preocupa os moradores da comunidade. Sem asfalto, com mato para todos os lados e ainda com uma iluminação pública extremamente precária, a população pede uma solução e caso nenhum político resolva, prometem fazer 'Justiça com a próprias mãos'.

Nascido e  criado no bairro, Tiago Vargas de 28 anos conseguiu estudar, fazer um concurso e se tornar policial civil, mas mesmo assim, Thiago pensa em quem não teve as mesmas que ele e pede para que as autoridades competentes tomem providências, ou, vai tentar conseguir recursos de outras formas.

"Poderia muito bem fechar o meu portão e esquecer do mundo, não lembrar que meus vizinhos sofrem. Nasci e cresci aqui, não posso fechar meus olhos, se ninguém fizer alguma obra para melhorar nossa rua, vou buscar outras formas de conseguir. Vamos fazer vaquinha, tentar obter dinheiro, pois esperar dos políticos percebi que não da certo", explicou.

(Morador mostrando a rua precária. Foto: Anna Gomes)

Cansado do descaso com o bairro que já existe há mais de quatro décadas, Tiago começou a gravar vídeos de problemas existentes no Los Angeles e publicar em sua rede social. "Foi uma forma de conseguir chamar atenção dos políticos, o bairro é antigo e está abandonado. Existem bairros bem mais novos que ficaram melhores do que o nosso", disparou.

 (Tiago já fez vários pedidos para a prefeitura, mas nada fazem. Foto: Anna Gomes)

Claudionor Ocampos tem 32 anos e mora no Los Angeles há 30, triste com a situação da região, ele explica que o número de roubos é grande e um dos principais motivos pode ser a falta de iluminação pública.

"A violência está grande, pouco iluminação e vários terrenos baldios. Só um pedaço da rua é asfaltado, apenas onde o ônibus passa, o resto da via não conseguimos andar, nem viatura policial consegue passar nessa rua, se o bandido quiser fugir por aqui, consegue se esconder pois não passa carro, tem pouca luz e ainda muito mato", lamentou.

 

(Claudionor mora no bairro há mais de 30 anos e diz que nada mudou. Foto: Anna Gomes)


Para mulher, o perigo aumenta, pois além dos assaltos, violências, tem a questão do estupro. Jovelina Beijamim, 48, também é uma moradora antiga dos Los Angeles, reside na região há mais de 28 anos e diz que precisou se acostumar com os problemas do local, mesmo sabendo que isso não é certo, ela diz que não tem outra opção já que vereadores e  prefeitura não faz nada.

(Para as mulheres, o problema de iluminação pública é ainda pior. Foto: Anna Gomes)

"Mato alto é perigoso, aqui várias mulheres saem do trabalho, ou estudam a noite e é perigoso para todas nós o trajeto do ponto de ônibus até nossa casa. Não deveríamos ter medo, porque é dever termos segurança na teoria, mas na prática é bem diferente. Prometem, prometem só durante a campanha política e depois somem", ressaltou.

Veja o vídeo: