GOV AGEMS
Menu
quarta, 08 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Campo Grande

'Casal Grávido' completa 7 anos levando orientações e conforto a vida de pais e mães

Para comemorar a data, o programa realiza, no próximo sábado, o '1º Encontro das Famílias do Casal Grávido', no Parque das Nações Indígenas

07 novembro 2018 - 13h42Por Redação

Em 2011, a Cassems lançou um programa de prevenção que viria a ser um dos mais importantes do plano de saúde. O “Casal Grávido” tem o objetivo de diminuir as internações em UTI neonatal, doenças hipertensivas maternas e, sobretudo, oferecer acolhimento às gestantes, puérperas e suas famílias, neste momento tão importante da vida. Em comemoração aos sete anos de atuação, o programa convida os casais que participaram dos cursos para, no próximo sábado (10), às 8h, se encontrarem no Parque das Nações Indígenas, e celebrar o “1º Encontro das Famílias do Programa Casal Grávido”. O intuito do evento é celebrar a vida por meio de uma manhã com brincadeiras, risos, alegria, natureza, arte, afeto e um grande piquenique. Os casais interessados em participar do encontro devem confirmar sua presença pelos telefones (67) 3309-5351 ou (67) 99974-0599.

O “Casal Grávido” tem o foco na prevenção dos principais problemas que possam aparecer durante a gestação por meio de palestras e aulas práticas. O programa oferece informações com profissionais de todas as áreas relacionadas à saúde do bebê, como Pediatria, Anestesiologia, Obstetrícia, Enfermagem e acompanhamento nutricional. O programa também busca fortalecer o vínculo “mamãe-papai-bebê”, prevenir os principais problemas que possam aparecer na gravidez e proporcionar atenção, esclarecimentos e instruções à gestante para o desenvolvimento saudável do bebê desde o útero materno e durante as 40 semanas de gestação. Desde o início do atendimento, 353 casais participaram do "Casal Grávido". Um momento importante que também faz parte do curso é quando os pais são convidados a usarem uma barriga postiça, que simula a barriga da gestante.

O casal Erika Cassiano e Rogério Melo foi acompanhado pelo programa em todas as etapas da gestação. Pais de primeira viagem, Erika e Rogério tiveram uma verdadeira aula com os especialistas e, após o parto, a equipe do programa foi até a maternidade visitar o casal e a filha. A assistente social da Caixa dos Servidores, Edmilce Miranda, conta qual é o papel do Serviço Social no programa de prevenção.

“O Serviço Social acompanha esse casal desde que eles passaram pelo curso. A gente liga mensalmente para saber como eles estão, se estão precisando de alguma coisa e, toda semana, a gente faz visitas na maternidade. Então, o nosso trabalho é focado no acolhimento. A gente acompanha, mensalmente, o bebê até três meses, mas, hoje, viemos aqui dar os parabéns ao casal e saber como eles estão, como foi o parto, enfim, dar o acolhimento necessário para os pais nesse momento tão especial”, afirma.

Para Erika, o programa foi essencial, principalmente por ela e o marido estarem esperando a primeira filha. De acordo com a mãe, o principal ensinamento foi de que, apesar de existir técnicas e dicas importantes, cada mãe tem o seu jeito específico de lidar.

“O ‘Casal Grávido’ foi um grande aprendizado para a gente. Desde que engravidei, disse para o meu marido que queria participar do curso. Então, nós fizemos a inscrição e gostamos muito, até porque, nós somos marinheiros de primeira viagem. Estou tentando colocar em prática tudo que aprendi, mas, por exemplo, a amamentação, nunca é igual, porque a bebê está sugando e eu tenho que fazer ela sugar para o leite sair. Só que a gente acha que não vai conseguir, mas também não pode desistir. É como eu aprendi no curso, cada mãezinha tem o seu jeito”, conta.

Já o pai, destaca que as coisas básicas que aprendeu no curso estão sendo de grande valia. Rogério também salienta a emoção de ser pai e a necessidade de ajudar a esposa. “Ser pai é uma experiência espetacular, extremamente espetacular. É minha primeira filha e eu estou muito contente. O curso me ensinou bastante coisa que agora eu estou colocando em prática, como trocar fralda, como pegar, tudo para ajudar a minha esposa”, pontua.

A diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, destaca que o programa acompanha a gestante até o sexto mês de vida do bebê e busca tirar dúvidas do casal em todas as etapas da gestação.

“O ‘Casal Grávido’ não é um evento único, pontual, pois a gente continua acompanhando a gestante durante os nove meses de gestação e nos seis meses de vida do bebê. A importância do programa é que ele possibilita um bom pré-natal e a escolha consciente de qual tipo de parto. Ele também orienta que o casal não vá para uma cesárea sem ter conhecimento do parto normal e que também não vá realizar um parto normal sem saber as etapas. Os profissionais que participam do curso explicam a importância de se cuidar para chegar bem no momento do parto, porque a formação da família é um evento único e a preparação psicológica do casal para o recebimento do bebê é muito importante”, salienta a diretora.

Ainda de acordo com a diretora, o parto humanizado é aquele no qual a gestação acontece de forma natural.

“O parto humanizado nada mais é do que um humano acolhendo outro humano. Então, quando a gente fala de parto humanizado, a gente está dizendo para que a gestante deixe o seu filho vir na hora que ele quer, não agende um cesárea por medo da dor, não acredite nos mitos do parto e viva o seu momento. O parto humanizado é você fazer menos intervenção, não use nada que aumente a contração e deixe o trabalho de parto acontecer naturalmente. Principalmente na primeira gestação, o aconselhável é esperar pelo parto normal”, finaliza.

Para o presidente da Cassems, Ricardo Ayache, o principal objetivo do programa de prevenção é trazer tranquilidade aos pais nesse momento tão especial.

“O curso tem a grande finalidade de proporcionar ao casal uma gravidez saudável, onde o casal se prepara para o nascimento de um filho que é o grande sonho do casal. Este curso tem uma abordagem multiprofissional e a finalidade é preparar o casal para uma gravidez tranquila e também que eles tenham um preparo melhor para a criação dessa criança porque os momentos iniciais do nascimento de um filho são momentos que promovem uma mudança muito grande na vida de todos os envolvidos”, pontua Ayache.