TCE 27/10 a 29/10
Menu
quinta, 28 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Campo Grande

Cobra sumiu: Corpo de Bombeiros não encontra réptil que estava dentro de carro

Moradora do bairro São Francisco havia encontrada o animal hoje pela manhã dentro do veículo

13 outubro 2021 - 11h15Por Rayani Santa Cruz e Adriano Bueno

A cobra que estava dentro de um carro causou pânico em uma motorista de 44 anos, na manhã desta quarta-feira (13) acabou sumindo. O Corpo de Bombeiros passou cerca de 30 minutos vistoriando o carro e não encontrou o animal.

A equipe foi acionada quando a dona do carro se deparou com o réptil ao sair do condomínio onde mora na rua Julia Maksoud, bairro São Francisco em Campo Grande.

A pecuarista Laura Camargo, 44 anos, disse que passou o feriado em sua propriedade no interior do Estado e retornou a Capital ontem. Ela não sabe se a cobra veio da localidade dentro do carro ou se entrou no veículo no condomínio onde ficou estacionado.

Segundo a pecuarista, ao entrar no carro e ligar o veículo para sair de casa, a cobra saiu do motor e subiu no para-brisa. O susto foi grande e a cobra acabou voltando para o motor do carro.

Laura acionou o Corpo de Bombeiros para resgatar o animal. Porém, teve de ir a um lava-jato próximo ao condomínio para posicionar o carro e os militares não encontraram mais o réptil, que provavelmente saiu do carro no trajeto.

Pela foto tirada pela moradora, a cobra é da espécie Cipó e não é venenosa. O tipo é comum no Estado e não oferece risco, segundo os Bombeiros.

Veja o vídeo:

Leia Também

Lula segue líder e vence Bolsonaro no 1º e 2º turnos, diz PoderData
Política
Lula segue líder e vence Bolsonaro no 1º e 2º turnos, diz PoderData
Ônibus acerta carro e deixa idoso ferido em Chapadão do Sul
Interior
Ônibus acerta carro e deixa idoso ferido em Chapadão do Sul
Mãe descobre troca de bebês em maternidade e se diz 'feliz e arrasada'
Geral
Mãe descobre troca de bebês em maternidade e se diz 'feliz e arrasada'
Campo Grande já avalia acabar com uso obrigatório de máscaras em locais abertos
Campo Grande
Campo Grande já avalia acabar com uso obrigatório de máscaras em locais abertos