TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 19 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Agosto Lilás II Governo Agosto 2022
PREFEITURA AGOSTO 2022 2
PREFEITURA AGOSTO 2022 2
Campo Grande

Cozinheira espera mais de dez horas por voo em Aeroporto de Campo Grande

Ela tinha um voo com a Avianca às 4h30 desta sexta-feira, mas nenhum avião decolou

03 maio 2019 - 10h02Por Dany Nascimento

A cozinheira Filomena Fernandes da Silva, 56 anos, ficou mais de dez horas aguardando resposta sobre um voo da Avianca, que estava agendado para levantar voo na madrugada desta sexta-feira (3), no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Ela contou ao TopMídiaNews que foi orientada pela agência de turismo onde comprou a viagem a chegar pelo menos quatro horas antes do embarque, para tentar evitar problemas com a companhia aérea.

“Eu cheguei antes porque a agência pediu, mas não encontrei ninguém da Avianca para conversar sobre o problema. Fiquei a madrugada toda lá sentada, esperando uma resposta, mas não tinha ninguém no local. As pessoas foram chegando, que também iam embarcar e queriam uma resposta”, explica a cozinheira.

A hora do embarque chegou, mas nenhum avião da companhia estava na pista e os passageiros ficaram sem resposta. De acordo com Filomena, a viagem foi cancelada a a justificativa só chegou ás 7h45 de hoje. “O gerente chegou lá porque trabalha em horário comercial, explicou que a empresa declarou falência, que o voo foi cancelado, parece que a empresa avisou por e-mail, mas como eu comprei pela agência, eu não recebi essa informação, assim como outras pessoas que também estavam lá para o embarque. Ele foi muito educado, muito prestativo e foi conversando com um por um”.

Filomena afirma que mesmo esperando dez horas por uma resposta, gostou do atendimento e o problema foi resolvido. “Eu vou embarcar hoje, ás 19 horas por outra companhia. Ele me atendeu primeiro, até porque eu fui a primeira a chegar no local. Estou tranquila, vou fazer a minha viagem, gostaria de estar chegando em Aracaju/SE hoje, mas vou chegar só amanhã mesmo”.

Ela disse que viaja de férias para matar a saudade da neta de 7 anos de idade. “Vou ver minha netinha, que não vejo desde setembro do ano passado. Estou morrendo de saudade, de abraçar, de beijar”.

Sobre a volta, que está agendada no dia 20 de maio, Filomena afirma que a agência de turismo se comprometeu tentar encaixe em outra companhia. “Não existe mais avião da avianca em Campo Grande, as pessoas têm que ficar atentas e largar a mão dessa companhia, porque ela faliu de vez”.