TJMS AGOSTO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
segunda, 08 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Expo VIP Beleza II
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
Campo Grande

Em Campo Grande, biblioteca Isaias Paim oferece curso gratuito de Escrita Braille

O Sistema Braille é um código universal de leitura tátil e de escrita, usado por pessoas cegas

11 junho 2022 - 17h13Por Rayani Santa Cruz

O Curso de Escrita Braille será oferecido gratuitamente pela Biblioteca Estadual Dr. Isaias Paim, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul.

O principal objetivo do curso é disseminar o acesso a escrita Braille a fim de tornar fácil a compreensão do universo que envolve o cego, permitindo a desconstrução dos estigmas e fomentando a acessibilidade. O curso é uma parceria do professor João Guanes e a Biblioteca Pública Estadual Isaías Paim – FCMS. João Guanes é formado em Comunicação Social/Jornalismo e em Letras e é pós-graduando em Educação Especial.

Estão sendo oferecidas 20 vagas. O curso é presencial e começa no dia 20 de junho de 2022, das 18 às 19h30, com término previsto para o dia 08 de julho, sempre de segunda a sexta-feira. Será expedido certificado aos participantes.

As inscrições devem ser feitas pelo telefone: 3316-9161, de segunda a sexta- feira, das 8h30 às 16 horas. Mais informações pelo e-mail: bibliotecaisaiaspaim@gmail.com

O Sistema Braille é um código universal de leitura tátil e de escrita, usado por pessoas cegas. Foi desenvolvido na França por Louis Braille, um jovem cego, a partir do sistema de leitura, para uso militar, de Charles Barbier. Utilizando seis pontos em relevo dispostos em duas colunas, possibilita a formação de 63 símbolos diferentes, usados em literatura nos diversos idiomas, na simbologia matemática e científica, na música e mesmo informática.

As pessoas que enxergam não precisam do tato para ler em Braille. Com o aprendizado do sistema composto por 63 símbolos formados pela combinação de seis pontos em uma cela, o indivíduo que vê pode ler textos em Braille apenas substituindo as letras comuns pela nova simbologia.

A escrita Braille é uma excelente ferramenta de inclusão social que insere os cegos no universo da literatura ao mesmo tempo em que aproxima as pessoas que enxergam da realidade dos cegos, servindo, assim, para aproximação e interação de todos em uma mesma direção.