TJMS JANEIRO
Menu
domingo, 23 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Em sete meses, Tribunal de Contas gasta R$ 264 mil em diárias

Crise

03 outubro 2015 - 10h58Por Rodson Willyams

O Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul gastou, de fevereiro a julho de deste ano, R$ 264.041,00 mil em diárias que foram pagas a servidores durante viagens feita para cidades do interior e fora do Estado. Os dados constam no Portal da Transparência do TCE/MS.

A reportagem do Top Mídia News fez um levantamento de todos números que foram disponibilizados no Portal da Transparência; o balancete é apresentado de forma quinzenal, e a diferença chega 138% de um período a outro. Por exemplo, na primeira quinzena de março, o órgão gastou R$ 18.117,50, já na segunda o valor subiu para R$ 43.950,50.

Em abril o gasto com as diárias totalizaram R$ 46.414,00 na primeira quinzena, e R$ 5.342,50 na segunda. O mês de maio se manteve mais equilibrado. Na primeira quinzena o gasto foi de R$ 34.054,50 e na segunda de R$ 33.987,50.

Em junho, a diferença chegou a 200% de aumento. Nos primeiros 15 dias, o gasto ficou em R$ 15.130,00. No restante do mês, o valor chegou a R$ 45.813,50 com valores pagos. A maioria das diárias pagas tinham como destinos as cidades de São Paulo e Brasília (DF).

Diárias de Conselheiros

Entre os conselheiros, o vice-presidente do TCE/MS, Ronaldo Chadid, é o que mais apresentou gasto com as diárias em 2015. O valor gasto de janeiro a julho deste ano chegou a R$ 15.668,00, o destino mais utilizado pelo conselheiro é a capital paulista.

Logo depois, vem  o conselheiro Iran Coelho das Neves, com R$ 11.165,00. O terceiro é o conselheiro Osmar Gerônimo que utilizou R$ 6.974,50. O ex-deputado estadual, conselheiro Jerson Domingos é quarto, com R$ 5.582,00. O atual presidente do TCE/MS, Waldir Neves, aparece em quinto, com R$ 5.518,00 gastos. E por fim, a ex-senadora Marisa Serrano, com R$ 5.010,50. O total chega a R$ 49.918,00 somente com os conselheiros.