TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
segunda, 27 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Campo Grande

Exército termina primeira parte do recapeamento da Guia Lopes

O investimento previsto é de R$ 24 milhões em várias vias

24 fevereiro 2017 - 08h00
Exército termina primeira parte do recapeamento da Guia Lopes

O Exército Brasileiro já concluiu o recapeamento de três das quatro pistas da Rua Guia Lopes,  entre as avenidas Afonso Pena e Salgado Filho. Agora dará início ao recapeamento da pista lateral esquerda, reservada ao corredor sudoeste do transporte coletivo, bem como dos cruzamentos com as ruas 26 de Agosto, Paissandu (onde  será implantada a estação de pré-embarque de ônibus)  e Avenida  Salgado Filho.

Nestes cruzamentos,  como também no trecho final da Guia Lopes e  início da Brilhante até o cruzamento com a Argemiro Filho, estão programadas obras de drenagem. A partir de abril, quando começa o período em que chove menos, serão construídas  bocas de lobo, caixas de paisagem e poços de visita. O projeto ainda contempla  a reconstrução do meio-fio em todo o trajeto.

O recapeamento da faixa de 3,5 metros por onde circularão apenas os ônibus do transporte coletivo, os modelos BRT,  começará no próximo dia 13. Até lá estarão  concluídos os ensaios de densidade  do CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) com polímeros, um material mais resistente. Oss engenheiros da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos explicam que este recapeamento tem uma durabilidade de pelo menos 10 anos.

Obras começaram dia 13
As obras de requalificação dos 12,3 quilômetros de vias que integram o corredor sudoeste do transporte coletivo começaram no último dia 13. Estão sendo executadas em parceria do Exército com a Prefeitura.

O investimento previsto é de R$ 24 milhões, abrangendo, além da Guia Lopes, a Rua Brilhante, duas pistas da  avenida Gunter Hans (até o terminal Aero Rancho) e a Avenida Bandeirantes.  Haverá um sistema de semaforização para garantir maior fluidez a passagem dos ônibus e a implantação de 16 estações de pré-embarque.