GOV AGEMS
Menu
quarta, 08 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Campo Grande

Aplicativo FlexPark só funciona em celular com internet e complica vida de motoristas

Quem não tem acesso a internet é obrigado a comprar hora avulsa e não tem reembolso de usar menos do que gastou

25 agosto 2018 - 07h00Por Dany Nascimento

A tecnologia apresentada pela empresa FlexPark, de trocar o chaveiro por um aplicativo de celular, deixa muitos usuários sem saída em Campo Grande, já que ele só funciona com internet. Quem estiver com o aparelho celular sem acesso à internet não vai conseguir utilizar os créditos que possui no aplicativo para estacionar o veículo com parquímetro.

De acordo com uma funcionária da FlexPark, que terá o nome preservado para evitar retaliações, a única saída para aquele motorista que não possui internet no aparelho é encontrar um agente da empresa na rua para solicitar hora avulsa. Mas o motorista não tem a opção de comprar minutos. O mínimo vendido pelos agentes na rua é uma hora de uso, que custa R$ 2,40.

Se o condutor retornar para buscar o veículo antes do horário comprado, a funcionária explica que ele não terá direito à devolução e deve utilizar o horário completo. “Se o motorista comprar uma hora e retornar em quinze minutos, ele não tem direito de ressarcimento em dinheiro e nem mesmo poderá guardar o tempo restante para utilizar depois”, afirma.

A servidora revela ainda que a empresa está realizando um estudo para tentar solucionar o problema, já que usuários correm o risco de não terem direito a utilizar a vaga. “Quem tem o aplicativo e não tem internet não consegue estacionar, mas um estudo está sendo feito para tentar solucionar esse problema. Mas, por enquanto, é assim que funciona”.

Segundo a FlexPark, quem tem o chaveiro ainda terá o direito de continuar recarregando horas, mas o objeto deixou de ser fabricado e comercializado, sendo substituído pelo aplicativo.