TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
segunda, 27 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Campo Grande

Jovem que tentou explodir artefato no Santa Mônica é liberado pela Justiça

Rapaz deverá receber atendimento em um Centro de Atenção Psicossocial da Capital

17 janeiro 2022 - 12h50Por Antonio Bispo

O rapaz de 21 anos, que mobilizou equipe do Batalhão de Choque e da Polícia Militar na tarde desse domingo (16), no bairro Santa Mônica, em Campo Grande, recebeu liberdade provisória pela Justiça nesta segunda-feira (17), após audiência de custódia.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, policiais faziam rondas pela região, quando viram uma aglomeração de pessoas.

Ao pararem, notaram que um incêndio havia acabado de ser controlado por moradores, mas que o um dos quartos do imóvel foi danificado totalmente pelas chamas, causado pelo próprio morador.

Posteriormente, o jovem foi encontrado em cima de uma árvore com uma corda no pescoço e um artefato explosivo, no qual ele ameaçava se suicidar.

Após negociações, ele desistiu de cometer o ato e foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros. Entretanto, uma equipe do BOPE precisou explodir o artefato, para evitar feridos.

O rapaz acabou sendo preso por causar o incêndio no imóvel, além de portar o artefato explosivo.

Porém, nesta segunda-feira (17), o Tribunal de Justiça decretou a liberdade do jovem, sendo necessário que ele passe por acompanhamento psicológico e psiquiátrico em um Centro de Atenção Psicossocial - CAPS de Campo Grande.

Valorização da vida

Um suicídio afeta ao menos seis pessoas que estavam ligadas à vítima. Se você estiver passando por problemas, procure ajuda.

O Grupo Amor Vida é uma ONG sem vinculação político partidária e religiosa que presta gratuitamente, desde 2001, através de voluntários, atendimento telefônico à pessoa em crise emocional, com garantia de anonimato e sigilo, objetivando a prevenção do suicídio.

Não se trata de atendimento psicoterápico e sim humanitário. O usuário tem a oportunidade de desabafar com outra pessoa o seu sofrimento. Uma dor compartilhada dói menos.
Telefones: 3393-4112/ 99266-6560.