Menu
domingo, 29 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Campo Grande

Aos 8 anos, Eduardo enfrentou medo de agulha para se proteger da covid (vídeo)

Dudu estava com medo da agulhada, mas vacina é alívio para a família toda

17 janeiro 2022 - 17h00Por Dany Nascimento

Aliviada após o filho receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, Emanoelle Ifran da Silva, 26 anos, afirma que Eduardo Manoel da Silva, 8 anos, não sentiu nenhuma reação. 

Ele é quilombola e foi vacinado no último sábado (15), na UBSF São Benedito, em Campo Grande. 

“Fomos no primeiro dia vacinar. Ele fez uma prova de manhã e, quando deu 11 horas, fomos vacinar. Ele foi com um pouco de medo, ele tem medo de agulha, mas, graças a Deus, deu tudo certo e ele não sentiu nada. Está muito bem, sem nenhuma reação”, disse a mãe. 

Até os 40 minutos de espera passaram voando, conforme a mãe. 

“Foi rápido, não achamos que demorou e deu tudo certo. Depois que ele foi vacinado, os profissionais orientaram a ficar 20 minutos na unidade de saúde porque, se caso ele tivesse alguma reação, tem médico para atender”, explica a mãe. 

Eduardo chorou após tomar a vacina, devido a picadinha da agulha. 

“Ele chorou, sentiu um pouquinho, mas depois ficou bem, ficou tranquilo e está bem até agora”, conta Emanoelle.