TJMS SETEMBRO e outubro
Menu
quarta, 20 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
senar 18/10 a 21/10
Campo Grande

Mãe perde filho e é obrigada a registrar a morte logo depois em Campo Grande

Poucas horas após perder o bebê, jovem de 18 anos ainda teve forças para ir à delegacia comunicar o fato

23 setembro 2021 - 07h15Por Vinícius Squinelo

Uma jovem de 18 anos passou por situações no mínimo doloridas em Campo Grande na tarde desta quarta-feira (22). Após perder o filho que gestava, ainda teve que ter forças para registrar a morte em uma das delegacias da cidade.

O caso obedece às leis brasileiras, e nada tem de ilegal. Porém mostra como muitas mulheres, às vezes sozinhas, têm que enfrentar a vida no País.

A mulher, de apenas 18 anos, estava com 29 semanas de gestação e teve um descolamento de placenta no dia 16 deste mês. Foi internada na Maternidade Cândido Mariano no dia 20 e liberada para ir para casa, na região do bairro Bosque da Esperança.

Porém, na tarde de ontem entrou em trabalho de parto dentro de casa e acabou sendo atendida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ela foi encaminhada para a Santa Casa. O bebê já estava morto.

Poucas horas depois, ontem, foi liberada da Santa Casa e teve que registrar a morte do próprio bebê na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do centro de Campo Grande. 

Leia Também

Ladrão cara de pau abre portão de casa e foge com televisão no Los Angeles
Polícia
Ladrão cara de pau abre portão de casa e foge com televisão no Los Angeles
Bolsonaro diz que não é culpado pela crise: 'Ache um cara melhor'
Política
Bolsonaro diz que não é culpado pela crise: 'Ache um cara melhor'
Bandidos rendem dona de conveniência e roubam motocicleta na Guaicurus
Polícia
Bandidos rendem dona de conveniência e roubam motocicleta na Guaicurus
Ciclista morre atropelado em Corumbá
Interior
Ciclista morre atropelado em Corumbá