TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 02 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Motorista de aplicativo critica clientes e diz que população merece 'ônibus podre'

O profissional afirma que, por pouco dinheiro, as pessoas não respeitam o veículo

19 abril 2020 - 09h30Por Dany Nascimento

Um motorista de aplicativo, que terá o nome preservado, utilizou as redes sociais para fazer um desabafo e disse que pretende abandonar a profissão, em Campo Grande. Ele destaca a falta de respeito dos passageiros e conta que por culpa de uma cliente, um outro veículo bateu em seu carro.

“Sou motorista de app, e apesar de apps de mobilidade existirem desde 2015 em Campo Grande, um serviço que deveria ser bom para todos, as pessoas não sabem usar, não sabem o valor de um carro, não têm cuidado porque não têm empatia com o próximo. Uma passageia desceu sem olhar, antes que eu falasse algo, veio outro carro e pegou em cheio a porta do meu porque a passageira em questão tem a certeza, no seu lixo de concepção, que não precisa ter cuidado com o carro dos outros”, escreveu o motorista na página ‘Bom Negócio Campo Grande 67’.

O profissional afirma que, por pouco dinheiro, as pessoas não respeitam. “Por poucos reais, as pessoas acham que podem ter alguma razão dentro do carro de outra pessoa. Não, não é um serviço. Serviço é quando você manda arrumar algo e custa R$ 500, 1 mil ou acima, que o erro pode ser reparado. R$10 reais ou menos até, mal paga a gasolina, é uma carona paga, o motorista tem que te levar do ponto A ao B com segurança e respeito. E ponto”.

Ele deseja sorte aos colegas que ainda continuam trabalhando como motorista de aplicativo na cidade. “Graças a Deus estou saindo dessa fase. E desejo que todos os motoristas arrumem algo diferente, que esse serviço vexatório e exploratório acabe, porque o que a grande maioria da população merece é um ônibus podre e inseguro ou um táxi caro, porque daí valorizam. Ou comprem um carro para saber o quanto custa”.