tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Novo Lázaro: mulher de fazendeiro assassinado corre risco de ficar cega

Cristina sofreu tentativa de estupro, foi agredida e conseguiu fugir

02 dezembro 2021 - 13h16Por Dany Nascimento

Cristina Nascimento Silva, 45 anos, continua internada no Hospital Estadual de Urgências de Anápolis (Heana). 

Ela foi a única sobrevivente dos ataques de Wanderson Mota Protácio, 21, no último domingo (28).

De acordo com o site Metrópoles, o acusado é procurado pela polícia, que o busca há quatro dias.

A mulher é esposa do fazendeiro Roberto Clemente Matos, 73, morto por Wanderson com um tiro na cabeça, na propriedade da família, em Corumbá de Goiás (GO).

Cristina sofreu tentativa de estupro, foi agredida pelo suspeito, que bateu e mordeu o rosto dela, mas conseguiu desvencilhar-se. Enquanto corria pelo mato, foi alvejada no ombro. Ela teria se fingido de morta, sobreviveu e recupera-se na unidade de saúde do município goiano.

Após o crime, o acusado fugiu com o carro do fazendeiro, uma S10, e a mulher buscou socorro.

Antes do crime, Wanderson degolou a própria mulher, grávida, e a enteada, na casa onde os três viviam, também em Corumbá de Goiás. As vítimas são Raniere Aranha Figueiró, 21, e Geysa Aranha da Silva Rocha, 2.

Segundo informações oficiais do Heana, Cristina está consciente, orientada e estável. O Metrópoles visitou a unidade hospitalar na manhã desta quinta-feira (2), mas familiares da vítima não quiseram dar entrevista. Ela não corre risco de morte.