TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Para garantir vaga, pais dormem em escolas integrais de Campo Grande

30 novembro 2015 - 19h17Por Alessandra Carvalho

Pais e alunos montaram acampamento em frente às duas escolas integrais de Campo Grande: Professora Iracema Maria Vicente e Professora  Ana Lúcia de Oliveira, respectivamente localizadas nos bairros Rita Vieira e  Paulo Coelho Machado. O objetivo é assegurar uma vaga na educação infantil e ensino fundamental.

A funcionária pública Daniela Canteiro, 32 anos, montou uma barraca no local e passou a noite na fila durante o final de semana para garantir a vaga para a filha no Pré I.

“Estou revezando com familiares. Nesta escola a pré-inscrição é feita somente com a presença e é por ordem de chegada. Estou aqui pelo fato de ser integral e verifiquei o ensino. É só elogios. Todos os pais falam bem. Além da sala de aula tem vários cursos extra-curriculares", afirmou Daniela.  

Quando chove ou faz frio os guardas da escola Professora Iracema Maria Vicente, que fica no Rita Vieira, deixam os pais entrarem para dormir no pátio escolar. Adriana Lopes, 32 anos, tem dois filhos e pretende garantir a vaga do filho de seis anos. Ela é a primeira pessoa da fila dos pais.

“Cheguei aqui na sexta-feira. Liguei na escola e perguntei como funciona para fazer a matricula. A diretora disse que são 60 vagas e funciona por ordem de chegada. E explicou que tem pais que dormem nas filas. Vim na mesma hora de mala pronta. Estou em outra luta pelo fato de ser viúva e não conseguir uma vaga no Ceinf para o meu outro bebê que está com um aninho. Tenho que trabalhar e preciso dessa escola integral”.

Simone Gonçalves, 29 anos, disse que não é a primeira vez que os pais dormem na escola para garantir as vagas. “Em 2014 os pais dormiram e não garantiram as vagas pelo fato de ser preferencia para quem mora dentro do bairro Rita Vieira. Aqui atrás dessa escola tem um condomínio novo e os moradores matricularam os filhos. Outra preferência era para quem e doador de sangue. Vários pais dormiu aqui e não conseguiu garantir as vagas”, afirma.

Na manhã de hoje (30), os funcionários da Secretaria Municipal de Educação explicou para os pais que o edital publicado na quinta-feira (25), está informando que as escolas integrais estão fazendo matriculas somente presencial.

Marcos Ossuna, 50 anos,está desde quinta-feira (19), na frente da escola Professora  Ana Lúcia de Oliveira no bairro Paulo Coelho Machado para garantir a vaga do filho de cinco anos. “ stou com a lista de pais e completaram 60 pessoas. A maioria dos casos trabalham e precisamos de mais escolas integrais. O ensino é bom”.

Essa é a segunda vez que os pais dormem em frente a escola integral do bairro Paulo Coelho Machado. “A diretora tinha falado que iria sair o edital para as vagas e vieram quinze pais e já acampamos. Depois ela pediu desculpas e disse que não tinha mais a data correta da saída do edital. Fomos todos embora e passamos somente uma noite aqui”, relatou Ossuna.

Os funcionários da Secretaria Municipal de Educação também foram até o local e informaram aos pais que o número de vagas será de 70 para três salas e que pode atingir 90 vagas devido o grande números de pais.