Menu
sexta, 26 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Campo Grande

Campo Grande sediará maior feira de observação de aves da América Latina

O evento será realizado de 23 a 25 de novembro no Museu das Culturas Dom Bosco

24 outubro 2018 - 11h43Por Dany Nascimento

Foi lançada, na manhã desta quarta-feira (24), a 13ª edição da maior feira de observação de aves da América Latina – Avistar,  que acontece de 23 a 25 de novembro no Museu das Culturas Dom Bosco, localizado no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. Durante o evento, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) destacou a importância da Avistar e destaca que Campo Grande tem um pássaro na bandeira, diferente de outras cidades.

“A mensagem foi dada, só Campo Grande e Salvador carregam a imagem de um pássaro na bandeira, e o nosso está para cima, feliz avante, dando a mensagem. Depois de um estudo que eu pude perceber a grande importância que algumas coisas têm no mundo das aves, como a questão dos fogos de artifícios. Agora queremos ver a questão de prédios espelhados, porque através de estudo, eu tomei conhecimento de que muitas espécies falecem ao se chocar nos prédios porque reflete a imagem delas mesmas”, afirma o prefeito.

Segundo a prefeitura, já foram catalogadas mais de 350 espécies de aves dentro cidade, inclusive as raras e ameaçadas de extinção. A Secretaria de Cultura e Turismo, Nilde Brum, afirma que o evento é resultado das prerrogativas do Plano Municipal. “O plano foi construído com o apoio das universidades, de grandes parceiros e está sendo colocado em prática. Queremos mostrar que Campo Grande se destaca no cenário nacional por suas belezas e estamos tendo resultados positivos”.

Segundo Nilde, a Capital recebeu mais de 20 mil visitantes em 2018. “Queremos dobrar estes dados no ano que vem e, para isso, com o apoio do prefeito, estamos investindo no setor. Recebemos 20 mil pessoas para eventos e negócios, queremos mudar o cenário e receber muito mais pessoas. As pessoas vivem dizendo que em Campo Grande não tem nada para fazer, mas tem sim, temos que mudar essa fala”.

A frente do Instituto Memede, Simone Mamede disse que a Avistar faz a celebração das aves. “Nos últimos dois Avistar, não tivemos a parceria da prefeitura, hoje temos e agradeço muito. É uma celebração da vida, das aves, as pessoas que passam por Campo Grande ficam impressionadas com as aves e tendo essa movimentação na cidade, é uma forma de gerar renda também”.

A Avistar promove palestras, passarinhadas, oficinas e curso específico para fotografar aves.  A feira promete movimentos em diversos aspectos e conta com a presença observadores de aves, profissionais do trade, ambientalistas, estudantes, pesquisadores entre outros.

O evento é realizado pelo Poder Executivo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) em parceria com o Instituto Mamede, Instituto Arara Azul  e Clube de Observadores de Aves de Campo Grande (COACGR).

Leia Também

Cassems está com paciente de covid em estado grave e alerta: 'não era vacinado'
Campo Grande
Cassems está com paciente de covid em estado grave e alerta: 'não era vacinado'
Bolsonaro é contra Carnaval, mas aglomerou muito; deputados indicam incoerências
Política
Bolsonaro é contra Carnaval, mas aglomerou muito; deputados indicam incoerências
Amante baleado na boca em motel está na área vermelha da Santa Casa
Campo Grande
Amante baleado na boca em motel está na área vermelha da Santa Casa
Bebê que perdeu perna em batida se recupera de cirurgia, mas estado é grave
Campo Grande
Bebê que perdeu perna em batida se recupera de cirurgia, mas estado é grave